Prefeitura vai formar brigada de combate ao caramujo africano

Os terrenos baldios são os locais mais freqüentes de focos, principalmente se forem utilizados como lixeiras viciadas- foto: Arlesson Sicsú/Semmas

A Prefeitura de Manaus vai criar a primeira brigada de combate ao caramujo africano, formada por servidores municipais. Nesta quinta-feira (30) servidores de secretarias e órgãos municipais começaram a receber as orientação com este objetivo.

A brigada vai atuar de forma programada, com agendamento de coletas em todas as áreas de ocorrência na sede dos órgãos. Na atividade prática, a coleta foi feita com o uso de luvas e sacos plásticos. O servidor Antonio Rodrigues, da PGM, achou importante a formação.

O caramujo africano (Achatina fulica) está entre as 100 piores espécies exóticas invasoras de ocorrência mundial, por não possuírem predadores naturais. São moluscos que se proliferam em ambientes com acúmulo de resíduos e restos de alimentos. Os terrenos baldios são os locais mais freqüentes de focos, principalmente se forem utilizados como lixeiras viciadas. No treinamento, os participantes recebem orientações teóricas sobre como realizar o combate de forma correta e sem riscos à saúde. Depois, partem para a prática e aprendem os seis passos de coleta e descarte do animal.

Com informações da assessoria