Esportes

Presidente do Flamengo assume a CBF por 30 dias para conduzir novas eleições

foto: reprodução/Twitter

A Justiça do Rio de Janeiro decidiu pela anulação da eleição que colocou Rogério Caboclo no comando da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), nesta segunda-feira (26). Como interventores, foram escolhidos Rodolfo Landim, presidnete do Flamengo e Reinaldo Bastos, presidente da Confederação Paulista de Futebol.  O papel de Landim e Bastos será comandar uma nova eleição para escolher o mandatário da entidade.

A decisão foi do juiz, Mario Cunha Olinto Filho, da 2ª Vara Cível do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro. O entendimento da Justiça foi de que houve irregularidade na mudança do estatuto da entidade, que alterou o peso dos votos para o pleito, aumentando o poder das federações. Os clubes não participaram da assembleia que sacramentou a mudança.

A Justiça ainda determinou que os interventores convoquem o colégio eleitoral da CBF -composto pelas 27 federações estaduais e clubes da Série A- para votarem sobre a alteração do estatuto feita em 2015. Além do peso nos votos, a discussão inclui ainda a cláusula de barreira para registro de candidatura à presidência da CBF e a inclusão dos clubes da Série B como votantes.

Depois da realização da assembleia para definir as regras eleitorais da CBF, uma nova eleição para a entidade deve ser convocada em até 30 dias.

 

Portal Manaus Alerta