Procurado motorista que estuprou menina de 15 anos em micro-ônibus de Manaus

foto: divulgação/PC-AM

Wanderley Gonçalves de Alencar Lima, 29, é procurado pela acusação de ter abusado sexualmente de uma adolescente de 15 anos, que estava no interior de um micro-ônibus da linha 824. O fato aconteceu no dia 25 de agosto deste ano, por volta das 17h, no bairro Lírio do Vale, zona oeste da capital.

A Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), representada pela delegada Joyce Coelho, titular da Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca), solicita a colaboração de todos na divulgação da imagem de Wanderley.

Conforme a delegada Joyce Coelho, na ocasião do crime, a adolescente estava no micro-ônibus, retornando da escola para sua residência, quando o condutor do veículo começou a fazer perguntas que a deixaram constrangida. Ela, com medo do que pudesse acontecer, respondeu aos questionamentos do indivíduo, que na primeira oportunidade de ficar a sós com a vítima, cometeu o crime.

Segundo a delegada, no dia seguinte, ao chegar na escola, a adolescente comentou o fato com algumas colegas, pois estava muito abalada e a partir disso, ela foi ouvida pelo corpo pedagógico da unidade educacional, bem como, orientada a registrar o Boletim de Ocorrência (BO), o qual foi formalizado na Especializada.

Após os procedimentos cabíveis na Depca, a delegada Joyce Coelho, solicitou pelo mandado de prisão do infrator, que foi expedido no dia 29 de setembro de 2020, pelo juiz de direito Rafael da Rocha Lima, do Juízo de Direito da Central de Inquéritos.

“Na manhã de hoje, nós fomos ao endereço de Wanderley, e lá nossa equipe foi informada que ele havia se mudado ontem. Ele está ciente de que existe esse mandado em aberto, mas até o momento, ainda não se apresentou. Continuaremos nas buscas para encontrá-lo, pois pela lógica, se ele fez isso com essa menina no micro-ônibus, do qual é motorista, também pode ter feito isso com outras pessoas que usam esse meio de transporte”, explicou Coelho.

Disque-denúncia

A delegada destacou, também, que quem puder colaborar com informações sobre o paradeiro de Wanderley, pode entrar em contato por meio do número (92) 99115-9284, o disque-denúncia da Depca, ou pelo 181, da Secretaria de Estado de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM). “Asseguramos o sigilo da identidade dos informantes”, garantiu ela.

Com informações da assessoria