Professor da USP declara: ‘Há pacientes que saem sem andar após contágio do Covid-19’

Foto: Divulgação/ HCFMUSP

No mundo todo, as sequelas da Covid-19 estão sendo investigadas. No entanto, como até o início de 2020, não se tinha nenhum conhecimento sobre a infecção causada pelo Sars-CoV-2, as respostas ainda são poucas.

O Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo é um dos primeiros centros do Brasil a estudar os efeitos pós-Covid.

Cerca de 1,5 mil pacientes serão acompanhados pelo prazo de um ano para traçar quais são as sequelas deixadas pelo coronavírus, quanto tempo elas duram e se há um perfil de pacientes que corre mais risco de apresentá-las.

Leia a matéria completa no Metrópoles, parceiro do Portal Manaus Alerta