Professora da UEA desenvolve aplicativo para aprendizagem acessível

60
Professora Andreza Mourão e os alunos da EST-UEA - Foto: Arquivo Pessoal

O desenvolvimento de um aplicativo de dispositivos móveis voltado à acessibilidade de pessoas com deficiência auditiva se tornou fruto da tese de Doutorado da professora da Universidade do Estado do Amazonas (UEA), Andreza Bastos Mourão. O estudo teve foco no desenvolvimento de um Modelo Inclusivo de Objetos de Aprendizagem Acessível (Midoaa), sob a orientação do professor Dr. José Francisco de Magalhães Netto, da Universidade Federal do Amazonas (Ufam).

O modelo foi concebido para atender à demanda de estudantes com deficiência auditiva e para motivar professores, técnicos e o público acadêmico da Escola Superior de Tecnologia (EST), por meio de um processo com base nas abordagens pedagógicas e computacionais. Segundo Andreza, o direcionamento determinante para a tese de doutorado foi identificado por meio de pesquisa na EST, inicialmente com alunos dos cursos de Computação.

Professor José Magalhães Netto e professora Andreza Mourão – Foto: Arquivo Pessoal

“A pesquisa foi realizada com alunos matriculados no curso de Sistema de Informação que testaram o aplicativo. Entre eles havia um estudante com deficiência auditiva”, enfatiza a pesquisadora.

Mourão desenvolve objetos de aprendizagem desde 2016 e, com apoio da coordenação e professores, a aplicação deste estudo de caso específico na Universidade visa a validação do Midoaa e a promoção de politicas inclusivas na UEA.

Modelo atende à demanda de estudantes com deficiência auditiva da Escola Superior de Tecnologia – Foto: Arquivo Pessoal

“O modelo é uma contribuição do doutorado para a educação inclusiva e também para incentivar professores da Universidade a trabalhar recursos educacionais voltadas aos estudantes com as mais diversas deficiências”, destacou.

Aplicativo Midoaa

Em todas as telas do projeto foi inserido um personagem animado que narra o conteúdo da tela em Libras. O Midoaa é compatível com dispositivos móveis Android ou iOS, executado por meio do aplicativo Class Player. Para rodar, basta instalar o aplicativo Class Player, disponível nos catálogos da Play Store (Android) e App Store (iOS), abrir o app, tocar em ‘Senha’ e digitar: Midoaa. Os alunos com deficiência auditiva do curso de Computação podem acessar as plataformas para aprendizagem.

*Com informações da assessoria