Programa ‘Norte Conectado’ deve levar internet a 1 milhão de pessoas da região

Foto: Divulgação

Os Poderes Executivo, Judiciário e Legislativo lançaram, nessa terça-feira (1), o programa Norte Conectado, que tem o objetivo de criar 9 grandes redes de comunicação e promover a inclusão digital em seis estados da região. Esse conjunto de redes, chamado de Infovia, deve ter 10 mil quilômetros de extensão e pode conectar mais de 9 milhões de pessoas, em 59 municípios, nos próximos quatro anos.

A primeira etapa do programa tem previsão de custar R$42 milhões. De acordo com o presidente Jair Bolsonaro, inicialmente, esses recursos serão exclusivamente nacionais.

Bolsonaro assinou um decreto com medidas para estimular o desenvolvimento da rede de telecomunicações na região Norte. O programa Norte Conectado pretende construir uma infraestrutura em fibra óptica, com capacidade superior a 100 gigabytes por segundo, até a instalação de pontos de acesso à internet de alta velocidade por satélite.

O presidente do Congresso Nacional, senador Davi Alcolumbre, que é do Amapá, comemorou o anúncio.

Na primeira etapa do programa, prevista para ser concluída no ano que vem, a expectativa é alcançar 165 escolas, além de hospitais e até tribunais. Nessa fase, o objetivo é levar internet de alta velocidade a quase 1 milhão de pessoas.

O presidente do Supremo Tribunal Federal e do Conselho Nacional de Justiça, Antonio Dias Toffoli, destacou a importância de ações de Estado para garantir o acesso aos serviços públicos.

Até o fim do ano que vem, a expectativa é concluir o primeiro trecho do Norte Conectado, para ligar quatro municípios, ao longo de 650 quilômetros: Santarém, Almeirim e Alenquer, no Pará, e Macapá, no Amapá.

As informações são da Agência Brasil