Projeto abre 150 vagas para iniciação de ginástica rítmica e artística na Vila Olímpica

No total, 150 vagas serão disponibilizadas para crianças de 5 a 9 anos de idade, onde 50 serão para ginástica Rítmica e 100 para artística- foto: Mauro Neto

De segunda (29) até quinta-feira (1º), das 8h às 11h e das 14h às 17h, o projeto Centro de Excelência CAIXA estará com inscrições abertas para aulas de ginástica rítmica e artística no Centro de Ginástica do Amazonas, localizado na Vila Olímpica de Manaus, Bairro Dom Pedro. O projeto é orientado pela Federação Amazonense de Ginástica (FAG) e conta com o apoio do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Juventude, Esporte e Lazer (Sejel).

No total, 150 vagas serão disponibilizadas para crianças de 5 a 9 anos de idade, onde 50 serão para ginástica Rítmica e 100 para artística. Para se inscrever, os pais devem comparecer ao Centro de Ginástica do Amazonas, com os seguintes documentos do candidato: cópias da certidão de nascimento e do comprovante de residência, declaração escolar e duas fotos 3×4.

O Centro de Excelência CAIXA é um projeto da Confederação Brasileira de Ginástica (CBG) que existe há 10 anos na cidade, patrocinado pela CAIXA e administrado pelas Federações estaduais, neste caso, a FAG. No ano passado o projeto finalizou com 200 crianças.

De acordo com presidente da Federação, Alessandra Balbi, estes 10 anos do projeto dentro da cidade, demonstra que o mesmo se solidificou e tem revelado muitas atletas que atuam tanto no âmbito nacional, quanto no internacional.

“É um projeto que já está fidelizado e é coordenado pela federação desde 2008, então o projeto mostra força e completa 10 anos em 2018. Através dele já revelamos vários talentos, algumas atletas já estão treinando em clubes, participam de competições estaduais e nacionais. Já tivemos, inclusive, atletas que se destacaram e foram fazer estágio de treinamento fora do país e participaram de disputas internacionais. Ginastas que foram para a seleção brasileira e saíram daqui do projeto. Todos estes resultados positivos nos dão imensa alegria em retornar o projeto neste ano de 2018”, comentou Alessandra.

Com informações da assessoria