Cidades

Projeto leva benefícios à comunidade Nova Esperança

Entre as atividades, estão o cultivo de plantas ornamentais, a compostagem orgânica e o reaproveitamento de resíduos sólidos- foto: divulgação/Semmas
Redação
Postado por Redação

Comunidade Nova Esperança, na Área de Proteção Ambiental (APA) Tarumã-Ponta Negra, às margens do Igarapé do Tiu, recebe na próxima quinta-feira (9) atividade de encerramento do projeto Trocas de Saberes, desenvolvido em parceria pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas) e o Instituto Federal de Educação do Amazonas (Ifam).

O projeto foi iniciado em outubro do ano passado, tendo como metas o envolvimento comunitário para a proteção dos recursos naturais existentes na área por meio de ações educativas ligadas à valorização do solo e reaproveitamento de resíduos. A comunidade, pela proximidade com a zona urbana, vinha sofrendo o impacto do mau uso do solo e do descarte indiscriminado de resíduos.

O encerramento das atividades acontece na próxima quinta-feira, mas as novas ações serão estimuladas para que o trabalho tenha continuidade no local.

Entre as atividades, estão o cultivo de plantas ornamentais, a compostagem orgânica e o reaproveitamento de resíduos sólidos. Viviane Gil da Silva Oliveira, representante do Ifam, diz que o projeto é de extensão e tem como principal objetivo promover ações sustentáveis e de empoderamento dos comunitários. “Muitas vezes, os projetos não dão condições para os comunitários prosseguirem mas com o apoio da Prefeitura de Manaus, por meio da Semmas e da Semulsp, viabilizamos o projeto na comunidade”, explica.

Aproximadamente 100 pessoas da comunidade estão envolvidas diretamente com as práticas sustentáveis de usos do solo, com a finalidade de envolver a comunidade em idade escolar e adulta na produção de canteiros familiares agroecológicos.

Outro benefício proporcionado pela Prefeitura de Manaus à comunidade foi a contratação de um gari comunitário, pela Secretaria Municipal de Limpeza Pública (Semulsp), responsável pela coleta e separação dos resíduos da comunidade. O material separado será destinado a associações de catadores de Manaus.

Com informações da assessoria

Comentários

comentários

Deixe um comentário