ALEAM

Projeto que prevê peruca às pessoas com alopecia, durante a quimioterapia, é aprovado na Aleam

Foto: Assessoria de Comunicação

O câncer, do diagnóstico ao tratamento, envolve uma série de aspectos que impactam no psicológico, na rotina e na qualidade de vida do paciente. O tratamento, aliás, apresenta efeitos colaterais, como é o caso da perda de cabelo, conhecida como alopecia. Nesta semana, um importante passo foi dado para contribuir com a autoestima das mulheres e dos homens que estão passando por este processo. Trata-se da aprovação do Projeto de Lei nº 562/2019, que estabelece o fornecimento de peruca às pessoas com alopecia provocada pela aplicação de quimioterapia, de autoria do deputado estadual Wilker Barreto (Podemos).

A propositura recebeu apoio dos parlamentares da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), que aprovaram o PL na última quarta-feira (09,) e agora aguarda sanção governamental. O Projeto menciona que a peruca será fornecida pelo Sistema Único de Saúde (SUS), no Amazonas. As instituições ligadas ao SUS poderão captar doações visando à organização de um banco de perucas para posterior distribuição às pessoas com alopecia.

“O objetivo desta lei é melhorar a autoestima das pessoas, porque naquele momento de luta pelas suas vidas, muitas ficam inibidas e acuadas. Então, acredito que este PL vai ao encontro da qualidade de vida. A perda do cabelo pode ser considerada uma experiência desafiadora, tanto do ponto de vista psicológico quanto emocional, pois influencia na autoimagem. Para alguns pacientes, o trauma emocional pode ser tão grave que leva a descontinuar ou recusar o tratamento. Parabenizo toda a Assembleia Legislativa pela sensibilidade da matéria”, afirmou Barreto.

Ingressado no dia 29 de agosto de 2019, o Projeto de Lei nº 562/2019 recebeu pareceres favoráveis das Comissões de Constituição, Justiça e Redação (CCRJ), de Assuntos Econômicos (CAE), de Saúde e Previdência (CSP) e de Direitos Humanos, Pessoa com Deficiência e Promoção Social (CDH) da Casa Legislativa.

Dados

De acordo com o Instituto Nacional do Câncer (INCA), estimativas anuais apontam que mais de quatro mil novos casos de câncer surgem no Amazonas, sendo a maior incidência em homens (próstata) e mulheres (mama). Segundo o site especializado oncoguia.org.br , a quimioterapia causa a queda do cabelo por danificar os folículos pilosos responsáveis pelo crescimento do cabelo.

As informações são da assessoria