Cidades

Proprietários de empreendimento são autuados por descarte irregular de entulhos no Igarapé do 40

O local foi um dos mais afetados pelas alagações nos temporais registrados nas últimas semanas- foto: divulgação/Semmas
Redação
Postado por Redação

Os proprietários de um galpão situado na Avenida Costa e Silva, no bairro da Raiz, Zona Sul, foram autuados por estarem realizando o descarte de entulhos em área de preservação permanente (APP) do Igarapé do 40, num trecho onde as alagações ocorrem com intensidade durante os temporais. Além da multa, no valor de R$ 49,5 mil, correspondentes a 501 Unidades Fiscais do Município (UFMs), foi dado um prazo de cinco dias para a remoção do material descartado.

A ação foi flagrada pelos fiscais da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas). Estavam sendo lançados no igarapé sacos de areia, restos de obra e até carcaças de veículos e embarcações com o objetivo de desviar o curso d’água.

O local foi um dos mais afetados pelas alagações nos temporais registrados nas últimas semanas. Por determinação do prefeito Arthur Virgílio Neto, o desassoreamento dos igarapés vem sendo realizado emergencialmente em todos os pontos críticos de alagação, inclusive no 40.

Uma equipe da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf) está trabalhando na área, fazendo a dragagem do igarapé e em outros 14 pontos da cidade. Segundo o secretário municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade, Antônio Nelson de Oliveira Júnior, a área será monitorada pela fiscalização, que será intensificada. Os proprietários do galpão já haviam sido autuados há alguns anos por conta de intervenções no igarapé. Neste ponto, a alagação chegou a causar recentemente a queda do muro de uma Unidade Básica de Saúde (UBS).

Com informações da assessoria

Comentários

comentários



Deixe um comentário