Prosamim capacitou mais de 700 moradores com cursos de qualificação profissional

FOTO: Tiago Corrêa
Manaus Alerta
Postado por Manaus Alerta

O Programa Social e Ambiental dos Igarapés de Manaus (Prosamim) encerrou as atividades relacionadas à qualificação profissional e de geração de emprego e trabalho, neste ano, com mais de 700 pessoas beneficiadas com cursos ofertados em parceria com o Centro de Educação Tecnológica do Amazonas (Cetam).

Foram oferecidos cursos de informática básica e avançada, atendente de farmácia, auxiliar de logística, agente de portaria, recepcionista, assistente administrativo, auxiliar de almoxarifado, Linguagem Brasileira de Sinais (Libras) e operador de caixa.

As aulas foram ministradas nos escritórios administrativos dos Parques Residenciais Mestre Chico II, bairro Praça 14, zona sul; Parque Residencial São Raimundo, zona oeste; e Liberdade e Cajual, zona sul. Os moradores que concluíram os cursos foram avaliados por meio de testes e provas, e receberam certificados.

A industriária Lídia Araújo, 31, buscou a capacitação pensando em agregar mais conhecimentos na sua vida profissional. “Quando iniciei em um novo emprego, foi necessário mais aperfeiçoamento sobre informática, e no Prosamim eu tive essa oportunidade”.

O jovem estudante de 15 anos, Paulo Vitor, concluiu os cursos de informática básica e avançada no residencial Prosamim São Raimundo, e afirmou que pretende continuar se capacitando por meio dos cursos oferecidos para os moradores. “Eu pretendo continuar no próximo ano me capacitando e aprendendo sempre, pois sonho com o meu primeiro emprego. E estando capacitado as minhas chances aumentam”.

Desenvolvimento

A subcoordenadora do setor social do Prosamim, Viviane Dutra, afirma que as capacitações promovidas pelo programa são um trabalho desenvolvido no pós-ocupação dos parques residenciais, pois trata-se de um acompanhamento que é realizado quando os moradores já estão morando nos seus apartamentos construídos pelo Prosamim.

“A realização dos cursos visa, em primeiro lugar, promover a qualificação desses moradores para que, por meio do que foi aprendido nos cursos, eles consigam melhores oportunidades de emprego e aumento de renda”, conclui ela.

Com informações da assessoria 


Deixe um comentário