Prosamim retoma cursos profissionalizantes nos Residenciais Liberdade e Mestre Chico II

Foto; Tiago Corrêa/UGPE

O Programa Social e Ambiental dos Igarapés de Manaus (Prosamim) retoma, nesta segunda-feira (31/08), os cursos profissionalizantes nos Parques Residenciais Liberdade e Mestre Chico II, localizados respectivamente nos bairros do Morro da Liberdade e Cachoeirinha, zona sul de Manaus.

No Parque Residencial Liberdade irão iniciar turmas nos cursos de Operador de Logística e Inspetor de Controle de Qualidade; e, no residencial Mestre Chico II, irá iniciar uma turma no curso de Assistente Administrativo.

Em virtude da pandemia e das medidas de combate à disseminação do Covid-19, os cursos oferecidos pelo programa aos moradores dos seus residenciais estavam paralisados.

Os cursos providos para os moradores do Prosamim são frutos da parceria da Unidade Gestora de Projetos Especiais (UGPE) com o Centro de Educação Tecnológica do Amazonas (Cetam), que disponibiliza os professores para atuar na capacitação e profissionalização dos beneficiários do programa.

No Residencial Liberdade, a turma do curso de Operador de Logística terá 160 horas de carga horária no turno vespertino. Já o curso de Inspetor de Controle de Qualidade, possuindo 120 horas de carga horária, acontecerá no período noturno.

No Residencial Mestre Chico II, a turma do curso de Assistente Administrativo, com carga horária de 150h, terá aulas no período noturno, iniciando às 18h.

As turmas dos cursos de capacitação estão ocorrendo com 50% da capacidade das salas de aula respeitando todos os protocolos de prevenção ao Covid-19.

Gerando oportunidades – O Social do Prosamim, por meio de parcerias, atua na capacitação dos moradores dos residenciais do programa por meio de diversos cursos. O objetivo é capacitar, gerar renda e melhorar a qualidade de vida dos seus beneficiários.

As capacitações, oficinas e palestras realizados estão inseridos nos trabalhos de pós-ocupação realizado pela subcoordenadoria social do programa.

“Anualmente nós capacitamos mais de 700 moradores dos residenciais Prosamim e do seu entorno, e nesse ano, em virtude da pandemia e das medidas de combate ao novo coronavírus, nós precisamos paralisar essas capacitações”, afirmou a subcoordenadora do social do Prosamim, Viviane Dutra.

(*) Com informações da Unidade Gestora de Projetos Especiais/Programa Social e Ambiental dos Igarapés de Manaus (UGPE/Prosamim)