Cidades Cultura Destaques

Público aprova organização e segurança pública do 52º Festival Folclórico de Parintins



De acordo com a Ouvidoria Geral do Sistema de Segurança Pública, que ouviu em dois dias do evento em torno de oito mil brincantes, o índice de satisfação do público com a organização do evento é de 97%- foto: Joel Arthus
Redação
Postado por Redação

O público que participou das duas noites do 52° edição do Festival Folclórico de Parintins e que está na cidade para o evento já se mostra satisfeito com estrutura e organização da festa. Os incentivos do Governo do Amazonas ao evento e a estrutura de segurança, saúde e atenção aos presentes foram os pontos que mais agradaram os residentes da cidade e os turistas.

De acordo com a Ouvidoria Geral do Sistema de Segurança Pública, que ouviu em dois dias do evento em torno de oito mil brincantes, o índice de satisfação do público com a organização do evento é de 97%. Para o governador, David Almeida, que a frente do comando do Estado garantiu, ainda, aporte financeiro de R$ 2 mi para as duas agremiações folclóricas, a estrutura e os investimentos do Estado proporcionaram mais qualidade ao Festival garantindo um índice crescente de satisfação.

Para David Almeida, os investimentos no Festival e a participação do Estado levando estrutura para a festa se justifica não apenas pelo potencial turístico, que hoje já é considerado um festival de projeção e alcance internacional, mas também pelo potencial econômico do evento. De acordo com a Amazonastur, o evento movimenta a economia local e o município deve receber algo em torno de R$117 milhões com a circulação de 70 mil turistas.

Para o parintinense Nonato Cid, que acompanha o Festival desde suas primeiras edições, a satisfação este ano é grande. Segundo ele, nos últimos quatro anos a festa sofria com a crise e a falta de organização. “Este ano o festival deu uma crescida. Tem muita gente e a cidade está movimentada. Parabéns ao governo que investiu novamente na festa e levantou Parintins”, disse o Nonato Cid.

Satisfação medida em pesquisa

Para medir a satisfação do público com a organização e estrutura do evento, segundo o ouvidor-geral do Sistema de Segurança Pública, Aloísio Paes, foram ouvidas oito mil pessoas em pontos estratégicos. “Abordamos pessoas em volta da arena, nos palcos alternativos, no porto, feira, fila de banco e supermercado. A abordagem foi feita com nativos e não nativos com quem buscamos informações no olhar deles relativo a organização e segurança público.

Em duas pesquisas, afirma Aloísio Paes, no primeiro e no segundo, o índice médio de satisfação alcançado foi de 97% “O primeiro dia alcançamos 99% e no segundo 95%”, ressaltou o ouvidor-geral, que disse que os itens avaliados foram focados na estrutura oferecida pelo Estado ao evento, em especial a segurança.

Estrutura e investimento pesados

Este ano, o Festival de Parintins contou com o apoio do Governo do Amazonas que realizou ações nas áreas de policiamento ostensivo, trânsito, polícia judiciária, defesa, socorro, ações preventivas e educativas, e pronta-resposta. As Secretarias de Segurança Pública (SSP), de Saúde (Susam) e de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc), as Polícias Militar (PM) e Civil (PC), o Corpo de Bombeiros, o Departamento Estadual de Trânsito (Detran-AM), a Corregedoria e Ouvidoria do Sistema de Segurança, o Fundo de Promoção Social (FPS) e a Empresa Estadual de Turismo do Amazonas (Amazonastur) atuaram dentro e fora do Bumbódromo.

Para garantir a segurança do público foram instaladas 20 câmeras de segurança em pontos estratégicos da cidade. Câmeras do Bumbódromo e de estabelecimentos comerciais foram agregadas ao Sistema de Videomonitoramento no Centro Integrado de Comando e Controle (CICC), para acompanhar a movimentação nos locais de grande concentração de público. Ao todo, cerca de 1 mil servidores estão atuando na Operação Parintins 2017. O monitoramento foi feito ainda por meio do uso de quatro drones e tudo estava interligado, ainda, ao CICC de Manaus.

Ações educativas e preventivas para coibir atos infracionais, utilização de drones para monitorar locais de intensa movimentação de pessoas e monitoramento de pontos considerados de interesse para a segurança fazem parte das ações promovidas pelo Governo do Amazonas.

Com informações da assessoria

Comentários

comentários



Deixe um comentário

error: COPIAR SEM DAR CRÉDITO É CRIME!