Quarteto é preso com 50 kg de drogas em embarcação no Rio Solimões

Segundo a Polícia Civil, a embarcação era utilizada para transportar entorpecentes do município de Maraã para Manaus. (Foto: Divulgação)

A Polícia Civil do Amazonas interceptou, nesta quinta-feira (23), uma embarcação no Rio Solimões usada para transportar entorpecentes do município de Maraã para Manaus. Na ação, quatro pessoas responsáveis pela embarcação foram presas por envolvimento com o tráfico de drogas e 50 quilos de drogas, entre maconha e skunk, foram apreendidas pelo Departamento de Repressão ao Crime Organizado (DRCO), que coordenou a operação.

As prisões ocorreram no Rio Solimões, em uma região conhecida como Costa do Marrecão, perto de Manacapuru, na embarcação ‘Barão do Juruá’. As prisões são parte de investigação iniciada em abril e que, no dia 29 daquele mês, resultou na prisão de três pessoas por tráfico de drogas na capital, incluindo um ex-vereador de Maraã.

Conforme informações da Polícia Civil, a embarcação era utilizada para trazer entorpecentes para a capital amazonense. Nesta quinta-feira, quando os policiais chegaram ao barco, encontraram a droga escondida na sala do Leme, que estava com acesso bloqueado por tambores de água. O responsável pela embarcação e a tripulação foram presos e serão indiciados pelo crime.

Investigação

No dia 29 de abril, a equipe do DRCO prendeu, em flagrante, Eucias Pereira Tibúrcio, 48, ex-vereador na cidade de Marãa; Josias Alves Barbosa, 29 e Mozaniel Ambrósio de Souza, 39; e a apreendeu 30 quilos de maconha do tipo “skunk”. O trio foi preso na avenida Joaquim Nabuco, bairro Centro, zona sul da capital.

(Com ACRÍTICA)