Quartetos de Mozart e Beethoven são destaque em concerto no Teatro Amazonas

Foto: Michael Dantas

Quartetos para piano e cordas de Wolfgang Amadeus Mozart (1756-1791) e Ludwig van Beethoven (1770-1827) serão apresentados em mais um concerto da Amazonas Filarmônica no Teatro Amazonas, nesta quinta-feira (24/9), às 20h.

O evento gratuito promovido pelo Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa, já está com as vagas esgotadas, mas o público pode acompanhar a transmissão ao vivo pelo Facebook (@culturadoam).

O maestro adjunto da Amazonas Filarmônica, Marcelo de Jesus, explica que as obras foram criadas em fases distintas das trajetórias de cada compositor. “A primeira peça será a de Mozart, o ‘Quarteto para piano n.1 em sol menor’, que ele compôs já em uma fase madura e que difere bastante da formação tradicional camerística para a época, com piano, violino, viola e violoncelo. É uma obra de grande apelo dramático”, destaca o regente.

Já a de Beethoven, “Quarteto de cordas n.3 em ré maior”, foi escrita em sua primeira fase, ainda muito influenciado Joseph Haydn (1732-1809), pai do Classicismo, sonatas e quartetos, diz o maestro. “É uma das composições mais importantes dele, junto às sonatas de piano. É o terceiro quarteto editado, mas foi o primeiro escrito por ele, ainda muito influenciado, em sua juventude”, comenta o maestro.

A Filarmônica continua adotando uma formação de câmara, com poucos músicos no palco, para evitar aglomeração durante o período de pandemia. “É um concerto sem maestro, em que eles precisam ensaiar muito e aprimorar os ouvidos. Desta forma, são eles que criam a identidade sonora da obra, desde a concepção até o produto final”, ressalta Marcelo de Jesus.

Para o quarteto de Mozart, sobem ao palco os músicos Irina Kazak (piano); Bárbara Soares (violino); Rani Mello (viola); e Eliziel Lourenço (violoncelo). No quarteto de Beethoven, assumem Denitsa Marinova (violino I); Onel Rodriguez (violino II); Vladimir Rusev (viola); e Anton Minenkov (violoncelo).

Funcionamento 

Em setembro, o patrimônio histórico reabre eventos para o público, com 50% da capacidade e seguindo os protocolos de saúde e segurança em prevenção a Covid-19. O uso de máscara é obrigatório para visitar o espaço e ir aos eventos. Confira a programação completa no Portal da Cultura (cultura.am.gov.br) e no site do Teatro Amazonas (teatroamazonas.com.br).

O funcionamento do Teatro Amazonas para visitas turísticas permanece de terça a sábado, das 9h às 15h. O espaço permite grupos de visitas com até 20 pessoas, para evitar aglomerações.

O agendamento para as visitas já está disponível pelo link bit.ly/agendaespacos.

Protocolos

O Teatro Amazonas adotou todos os protocolos para prevenir a transmissão da Covid-19, como distanciamento social de 1,5 metro, totens de álcool em gel em pontos estratégicos, funcionários treinados e com equipamentos de proteção, aferição de temperatura na entrada do espaço e limpeza e higienização do local.

A saída do público após os eventos é realizada de forma imediata pelas portas laterais e frontais. Não é permitida a permanência no Hall do Teatro Amazonas.

Com informações da assessoria