‘Quem repetiu o erro, sofrerá as penas’, diz Juíza após irmãs Lins ignorarem decisão judicial

Foto: Reprodução

A juíza Jaiza Fraxe, da 1ª Vara Federal Cível do Amazonas informou, atravé de suas redes sociais, que quem furou a fila da vacinação contra a covid-19 durante a 1º dose, não estaria autorizado para receber a continuidade do imunizante.

Portanto, quem descumpriu essa decisão judicial, segundo a magistrada, “sofrerá as penas da ação de improbidade”. Na última semana, as irmãs Gabrielle e Isabelle Kirk Maddy Lins tomaram a segunda dose, em descumprimento do que havia sito estabelecido pela justiça anteriormente.

Portal Manaus Alerta