Recém-nascido vítima de tentativa de aborto morre após 5 dias de internação na UTI

Foto: Divulgação

Um bebê recém-nascido veio a óbito após ficar internado cinco dias na Unidade de Terapia Intensiva (UTI). De acordo com a polícia, a criança foi vítima de uma tentativa de aborto na última quarta-feira (9), em Ponta Porã, região de fronteira com o Paraguai.

Conforme o site JBR, inicialmente, uma moradora da região encaminhou o bebê para o Hospital Universitário de Dourados e informou que havia encontrado a criança dentro de uma sacola. No entanto, a versão foi desmentida pelas autoridades após a mãe ter sido identificada.

Uma adolescente de 17 anos, localizada na última sexta-feira (11) é a mãe da criança. A jovem precisou ser internada por conta da tentativa de aborto. Em depoimento à polícia, ela relatou que sofria agressão do ex-companheiro.

Ainda conforme o site JBR, além disso, a adolescente relatou que pediu ajuda à uma moradora para levar a criança até o hospital na madruga da última quarta-feira (9). A moradora alegou que teve receio de contar a verdade e não informou mais detalhes sobre o caso.

A mãe da criança relatou ainda que morava em outro estado com o ex companheiro e que teria retornado à Ponta Porã após ser vítima de violência doméstica.

Ainda conforme o site JBR, com medo de contar a respeito da gravidez, a jovem decidiu abortar a criança. A polícia investiga se houve a participação de terceiros no procedimento de aborto. A menor deve responder por ato infracional análogo ao crime de aborto.