Brasil

Renan Calheiros: ‘Fui vítima da PGR como Lula foi da Lava Jato’

Foto: Reprodução

Renan Calheiros (MDB-AL), relator da CPI da Covid, comparou-se ao ex-presidente Lula (PT) ao dizer que foi “vítima” da PGR (Procuradoria-Geral da República), assim como o petista foi da Lava Jato.

“O Lula não era sequer investigado. O Lula passou a ser investigado quando nos aproximamos das eleições e viram, com as pesquisas, que ele ganharia a eleição. E aí pegaram o processo ridículo que estava em São Bernardo e levaram para Curitiba, fizeram uma exposição pública do Lula, várias buscas e apreensão”, disse o senador em entrevista ao UOL nesta segunda-feira (28).

Calheiros recordou as 34 investigações abertas contra ele pela força-tarefa federal, das quais ele garante que nenhuma delas tinha provas. O parlamentar afirma que o fato de ele ser presidente do Congresso Nacional naquela circunstância impulsionou o encaminhamento dessas investigações.

Calheiros criticou a Operação Lava Jato, que, segundo ele, “extrapolou limites”.

“Fui ministro da Justiça e sempre defendi investigação. E acho que, em qualquer circunstância, deve haver oportunidade para o acusado se defender. Uma coisa é você ser acusado com provas; outra é sem provas. A Lava Jato tem contribuições civilizatórias, mas ela, quando exagerou, extrapolou seus limites. Quando teve objeto político, que era a substituição da política, ela perdeu completamente o rumo e passou a se desmoralizar”, declarou. Com informações do pleno.news