Representantes da classe artística recebem cestas básicas

FOTO: Divulgação/Cultura

O Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa, entregou mais 90 cestas básicas a artistas e instituições que representam a classe no Estado.

 

Os alimentos e bebidas foram doados pela Grande Loja Maçônica do Amazonas (Glomam) e Grupo Simões. Desde o início de 2021 já foram entregues 555 cestas aos trabalhadores de cultura.

 

Uma das instituições contempladas é a Associação de Artistas Circenses do Amazonas, representada por Raimundo Nonato, conhecido artisticamente como ‘Palhaço Lero-Lero’.

 

“Temos muitos artistas procurando a associação e, de uma forma ou de outra, estamos tentando ajudar essas demandas. Nossa classe teve que parar nesse momento de pandemia; e mobilizamos o público em geral para ajudar. Somos gratos pelo apoio que estamos recebendo do Estado e de empresas nessa missão”, comentou.

 

O secretário de Cultura e Economia Criativa, Marcos Apolo Muniz, explica que a pasta está atuando em diferentes vertentes para amenizar o impacto sofrido por artistas em momento de pandemia. “Neste período atuamos em diversas frentes, seja na parceria com empresas para a doação de cestas básicas, no apoio psicológico oferecido através do nosso Canal de Atendimento; e também o apoio no encaminhamento para assistência social. Nossa proposta é auxiliar os artistas nesse momento difícil”.

 

O canal de atendimento funciona todos os dias, das 8h às 17h. A linha direta com a pasta funciona diariamente, por meio dos telefones (92) 3232-5555 e 99177-6442 (WhatsApp), do e-mail [email protected]gov.br e pelas redes sociais da secretaria (@culturadoam).

 

Apoio

A Secretaria de Cultura e Economia Criativa também está apoiando o projeto “Alimente nossa Arte”, promovido por artistas do cenário local, com arrecadação e doação de alimentos, além de itens de higiene.

 

O Teatro Amazonas, patrimônio histórico nacional localizado no Largo de São Sebastião, no Centro de Manaus, está com as portas abertas para receber doações de empresas do setor privado e voluntários individuais.

 

O presidente da Academia Amazonense de Música, Josenor Rocha, que é um dos organizadores do projeto “Alimente nossa Arte”, também recebeu cestas básicas nesta quarta-feira. Josenor ressalta que os artistas estão sendo alcançados através do trabalho conjunto.

 

“Muitos artistas já estão na fila de espera pelas doações. Estamos trabalhando não só com artistas da música, mas também com outros segmentos. Recebemos pedidos até de municípios do interior, como Tefé, por exemplo, e através da campanha estamos arrecadando alimentos ou dinheiro para essas pessoas. Até o momento, 277 famílias já foram alcançadas pelo “Alimente nossa Arte”, destacou.

 

As entregas podem ser feitas de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h, no sistema de drive-thru (retirada das doações sem que seja preciso sair do carro), para minimizar o contato com os doadores.

 

Para entrar em contato com os organizadores da campanha, basta acessar a conta @alimentenossaarte, no Instagram.