Retorno híbrido: alunos focam em aulas presenciais e on-line para seguir calendário

foto: Eduardo Cavalcante

Arrumar o espaço de estudo para acompanhar os conteúdos do “Aula em Casa” já era rotina para o aluno Carlos Vitor Araújo, que cursa a 1ª série do Ensino Médio na Escola Estadual de Tempo Integral (EETI) Jacimar Silva Gama, no bairro Petrópolis. Agora, com o retorno das aulas presenciais, ele diz que a rotina mantida nos últimos quatro meses, foi alterada, mas que se sente feliz por estar de volta à escola. “Eu gostei que as aulas voltaram porque agora posso tirar as dúvidas direto com os professores”, afirmou Carlos Vitor.

Mesmo sem saber a faculdade que quer cursar, ele se prepara para os vestibulares continuados e vê no retorno das aulas, uma forma de focar ainda mais nos estudos, ainda que precise tomar cuidados extras por causa do novo coronavírus (Covid-19).

“Na quarentena, eu ficava estudando sozinho. Assistia à aula pela TV, depois revisava no YouTube e tirava as dúvidas com os professores. Minha preocupação era apenas com o contágio da doença. Eu não toco em ninguém na escola, uso sempre a máscara, o álcool em gel, sempre que possível, e lavo minhas mãos com frequência. Meus colegas também estão seguindo os protocolos. Às vezes, o representante [de turma] tem que lembrar do distanciamento, mas eles estão seguindo. Acho que será possível terminar o ano letivo em dezembro”, opina o estudante.

A mãe de Carlos, Luizete Araújo, também estava preocupada com o retorno das aulas presenciais. Para garantir que a Secretaria de Estado de Educação e Desporto está levando os protocolos de segurança em saúde à risca, ela foi à escola do filho para se certificar de todos os procedimentos adotados.

“Eu faço parte do grupo de risco e a escola disse que, se precisar, ele pode continuar só com o ‘Aula em Casa’, mas nós fomos à unidade para ver como estava o comportamento. Quando a gente chega em casa, já se lava e fica limpo. A escola estava toda dentro do padrão que a Vigilância de Saúde tinha recomendado”, ressaltou Luizete, que é professora aposentada do Estado.

Quem também está gostando da nova rotina de ir, em dias alternados, à escola é a estudante Júlia Chacon. Ela cursa a 1ª série na EETI Jacimar Silva Gama e diz que gostou dos cuidados que a escola adotou para o retorno dela e dos colegas. A jovem faz parte do grupo A, que tem aulas presenciais nas segundas e quartas-feiras, e que acompanha os conteúdos do “Aula em Casa” nas terças, quintas e sextas-feiras, conforme orientação do Plano de Retorno às Atividades Presenciais.

A estudante diz que vai manter o foco nos estudos, seja on-line ou presencialmente. “Na quarentena, eu estudava pelo ‘Aula em Casa’ e o Google Classroom, onde os professores passavam as atividades. Eu gostei bastante [de como a escola está]. Achei bem necessário tudo o que eles fizeram. Encontrei os professores recebendo a gente na escola, medindo nossa temperatura, álcool em gel e máscara”, afirma.

Volta às aulas

As aulas presenciais do Ensino Médio na rede pública retornaram na última segunda-feira, dia 10 de agosto. As turmas foram divididas em dois grupos e assistem aulas na escola, em dias alternados. Nos dias em que estão em casa, eles devem assistir ao programa “Aula em Casa”, transmitido pela TV Encontro das Águas, aplicativo “Aula em Casa”, YouTube, Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA) e plataforma Saber +.

O retorno híbrido e intercalado segue a orientações de órgãos de Saúde para que o contágio da Covid-19 permaneça controlado em Manaus. A previsão de retorno das aulas presenciais do Ensino Fundamental é no dia 24 de agosto.

Com informações da assessoria