Réveillon deste ano em Copacabana será sem presença de público

Foto: Arquivo/Agência Brasil

A virada do ano de 2020 para 2021 na praia de Copacabana e em outros bairros da cidade não terá a presença de público, como tradicionalmente acontece, devido à pandemia do novo coronavírus. A festa do réveillon será transmitida de forma virtual ao vivo pela internet no canal oficial da Empresa de Turismo do Município do Rio (Riotur) no Youtube, com intérpretes de libras em todas as apresentações.

Está prevista ainda a possibilidade de transmissão pela TV aberta ou fechada. A Riotur pretende oferecer atrações musicais nos principais pontos turísticos da cidade do Rio de Janeiro, com apresentação de grandes artistas da cena nacional e internacional e acendimento de luzes a laser, entre diversos efeitos visuais.

“O Réveillon Rio 2021 terá um novo modelo, devido ao cenário em que o mundo se encontra com a pandemia da covid-19, e o formato será diferente do que já tivemos na cidade. Teremos o réveillon da responsabilidade social e não incentivaremos as pessoas a irem às ruas. Além disso, a iniciativa privada terá uma oportunidade única para criar um réveillon que seja marcante, traduzindo o sentimento de esperança e desejo de que tenhamos um ano melhor”, disse o presidente em exercício da Riotur, Fabrício Villa Flor de Carvalho.

Ele ressaltou que o novo réveillon deve ser de renovação e reflexão, com um ato de respeito e uma homenagem às vítimas e aos profissionais que estão na linha de frente de combate à pandemia. “Agora, com o Caderno de Encargos e Contrapartidas já publicado, aguardamos as propostas das empresas que queiram fazer parte dessa virada de ano especial com projetos criativos e que estejam em harmonia com a realidade atual”, acrescentou Carvalho.

Caderno de Encargos

A Riotur, publicou hoje (10), no Diário Oficial do Município, a Convocação do Caderno de Encargos e Contrapartidas para o Réveillon Rio 2021. Os interessados poderão obter o documento e seus anexos na sede da Empresa de Turismo, na Cidade das Artes, na Barra da Tijuca, ou pelo e-mail [email protected]

As empresas interessadas deverão comunicar seu interesse em apresentar propostas no mesmo e-mail, até as 17h do dia 22 de outubro. Depois, as propostas serão apresentadas unicamente no dia 27 de outubro deste ano.

A empresa organizadora eleita apta para realizar o evento será encarregada de toda a organização, desde o desenvolvimento do projeto, que será julgado dentre outros itens pelo seu ineditismo e criatividade, passando pela infraestrutura até a pós-produção do evento da virada. Além disso, a empresa ficará responsável pela viabilização financeira do projeto, devendo obter patrocínio. Será permitida apenas uma marca assinando como “apresentado por” e até oito marcas assinando como “patrocínio”.

Todos os itens contidos no Caderno de Encargos e Contrapartidas são uma orientação mínima com exigências básicas para as empresas apresentarem os seus projetos e propostas que devem estar de acordo com as regras de ouro do Plano de Retomada da Cidade do Rio de Janeiro.

As informações são da Agência Brasil