Roubos e furtos no Centro reduzem com reforço em operações policiais

Foto: Yago Frota

O reforço nas operações policiais integradas no bairro Centro, uma das principais zonas comerciais de Manaus, ajudou a reduzir o número de ocorrências de roubos e furtos na região. A área é de responsabilidade da 24ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), da Polícia Militar, e do 24º Distrito Integrado de Polícia Civil, e conta ainda com o trabalho de unidades como a Ciclopatrulha e Cosme & Damião.

Conforme os dados da Secretaria de Segurança Pública (SSP), o crime de furto caiu 30% e o de roubo 37,5%, de janeiro a setembro, no Centro de Manaus, em comparação com o ano passado. O comandante da 24ª Cicom, capitão Portela, ressalta o trabalho integrado na área.

“Para reduzir os índices criminais, o Comando da Polícia Militar do Amazonas tem disponibilizado sistemas de georreferenciamento e geoprocessamento, o que tem otimizado o processo do policiamento de forma científica e inteligente, e isso tem proporcionado empenhar o efetivo de serviço nos logradouros, praças e locais, nos dias e horários com maiores índices de ocorrências, inibindo assim, o cometimento de novos delitos,” disse.

O sistema de georreferenciamento é o recebimento dos dados do boletim de ocorrência. A partir disso, a equipe policial tem acesso ao mapa com os locais onde acontecem o maior número de roubos e furtos, facilitando o trabalho da polícia para reduzir os crimes.

A autoridade policial relata o apoio da equipe “Cosme e Damião”. “Esse patrulhamento é feito por uma dupla de policiais, que percorrem locais onde não há trânsito de veículos e garantem, assim, uma segurança maior para os pedestres,” explicou.

Ciclopatrulha – O policiamento por meio da Ciclopatrulha também se faz presente nos principais parques e em áreas comerciais do centro de Manaus. O comandante da equipe, capitão Roberto Vieira, ressalta a atuação no combate à criminalidade.

“Durante a semana, o foco desse policiamento no centro é direcionado para as ruas, onde o acesso é difícil. Nós precisamos oferecer segurança a esse público comercial. É importante atuar nessas localidades, como o bate palma, ruas estreitas e principalmente em terminais de ônibus onde tem um grande fluxo de pessoas”, disse.

Investigação

Segundo o delegado Marcelo Martins, titular do 24º Distrito Integrado de Polícia (DIP), as operações são constantes para identificar os suspeitos e desvendar os crimes. De janeiro a outubro deste ano, foram instaurados 347 inquéritos na unidade policial.

“Trabalhamos para descobrir o crime, quem são os autores e demais informações sobre o caso. Também fazemos todos os levantamentos no que se refere ao pedido de prisão, busca e apreensão. Nós temos essa prerrogativa no uso de medidas cautelares, dentro das investigações criminais”, disse.

Com informações da assessoria