Saque emergencial pode ser devolvido ao FGTS e render mais que poupança

Foto: Divulgação

A Caixa Econômica Federal pagou até esta segunda-feira (10/8) o saque emergencial do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) para os trabalhadores nascidos entre janeiro e julho.

O dinheiro é depositado na conta Poupança Social digital. No entanto, a pessoa não é obrigada a ficar com o dinheiro e, por isso, pode pedir o desfazimento do saque emergencial.

A opção pode ser interessante sobretudo por causa do mais recente corte promovido pelo Banco Central (BC) na taxa de juros, a taxa Selic, que agora está em 2% ao ano, o menor patamar da história.

Confira a matéria completa no Metrópoles, parceiro do Manaus Alerta.