Sarí Corte Real escreve carta à mãe de Miguel, menino que caiu de prédio; ‘Te peço perdão’

Foto: Reprodução
Manaus Alerta
Postado por Manaus Alerta

e peço perdão. Não tenho o direito de falar em dor, mas esse pesar, ainda que de forma incomparável, me acompanhará também pelo resto da vida. (…) Não há palavras para descrever o sofrimento dessa perda irreparável. Nunca, mas nunca mesmo, pude imaginar que qualquer mal pudesse acontecer a Miguel, muito menos a tragédia que se sucedeu”, escreveu Sarí Corte Real em trechos de uma carta a Mirtes Renata Santana, mãe de Miguel Otávio, 5 anos, que morreu na terça-feira (2) após ser deixado sozinho no elevador de serviço, subido ao 9º andar e caído do prédio, de uma altura de 35 metros.

“Como mãe, sou absolutamente solidária ao seu sofrimento. Miguel é e sempre será um anjo na sua vida e na sua família”, disse Sarí, que empregava Mirtes e Marta, vó do menino Miguel, como empregadas domésticas em sua casa em Recife. O texto foi revelado no início da noite desta sexta-feira (05/06) pelo advogado da mulher, que entregou o texto inicialmente à Globo de Pernambuco.

Sarí Corte Real chegou a ser presa, acusada de homicídio culposo do menino, mas pagou fiança de R$ 20 mil e foi liberada.

Leia  a carta na íntegra no Metrópoles, parceiro do Manaus Alerta.