Brasil

Sem vacina contra a febre amarela, parte de público é barrada de show do Capital Inicial

Redação..
Postado por Redação..

Um clube de Jundiaí (SP) proibiu na sexta-feira (17) a entrada em um show da banda Capital Inicial do público que não tomou a vacina contra a febre amarela há 10 dias.

Além dos ingressos, os organizadores também checavam a carteira de vacinação do público e somente parte do público pode aproveitar a apresentação da banda.

“Ninguém falou nada sobre isso e acho que foi um erro da organização. Não tomei a vacina porque não achei necessário e não vou tomar”, afirma o estudante Marcos Vinícius Teodoro.
Na página do clube no Facebook, a direção da entidade explica que tomou essa decisão, já que a Vigilância Epidemiológica considera que a sede do clube fica em uma área de risco.

Em Jundiaí, 68 macacos foram mortos pela febre amarela, muitos deles morreram em bairros vizinhos onde o clube está localizado.

“Para acessar a sede do campo onde será realizado o show, está sendo obrigatória a comprovação de vacinação contra a febre amarela – há pelo menos 10 dias – visto que é uma área de risco notificada pela Unidade de Zoonoses desde o dia 30 de outubro”, diz a nota.
Além disso, o clube ressaltou que a necessidade de comprovação é aplicada a todos: associados, convidados, funcionários, artistas ou quaisquer pessoas que a cessarem a sede.

Exigência

No show do fim de semana, além da exigência da carteirinha de vacinação, a vacina teria que ter sido tomada há pelo menos 10 dias, prazo para a imunização começar a valer, e teve gente que não entrou, pois se vacinou tarde demais.

“Eu tomei a vacina na campanha do meu bairro no dia 14 e eles exigiram que deveria ter sido no dia 8. Eu acho errado”, afirma a analista de abastecimento, Nívea Gomes.

A TV TEM entrou em contato com o Clube Jundiaiense para saber quantas pessoas foram barradas na entrada do show, mas não obteve respostas até a manhã deste sábado.

A Oceania, empresa que promoveu o show, disse que o dinheiro vai ser devolvido pra quem não conseguiu entrar.

A empresa também informou que colocou um comunicado nas redes sociais falando sobre o prazo de dez dias para a validade da vacina.

Fonte: G1

Comentários

comentários


Deixe um comentário