Destaques Educação

Semana Nacional de Ciência e Tecnologia recebe projetos até 5 de junho

Serão disponibilizados R$ 5,54 milhões para financiamento de projetos; expectativa é de que sejam selecionadas 170 propostas.
Redação
Postado por Redação

Projetos para a 14ª Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT 2017) podem ser enviados até o dia 5 de junho para o Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC). O evento ocorre de 23 a 29 de outubro, com o tema “A matemática está em tudo”.

A chamada pública para financiamento de projetos, lançada pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), dispõe de R$ 5,54 milhões. A expectativa é de que o edital selecione 170 propostas, número superior ao da primeira chamada pública da SNCT, que, em 2016, aprovou 89 projetos.

A intenção da Secretaria de Políticas e Programas de Pesquisa e Desenvolvimento (Seped) é distribuir os R$ 5,54 milhões a instituições das 27 unidades da Federação. Os projetos devem receber valores em duas faixas: até R$ 100 mil, para propostas de abrangência estadual, que envolvam de cinco a 20 cidades; e até R$ 20 mil, destinados a eventos locais, com participação mínima de dois municípios ou regiões administrativas.

Nos dois casos, o edital estipula que pelo menos 25% das atividades tratem de matemática. Uma terceira categoria, também limitada a R$ 20 mil, contempla o desenvolvimento exclusivo de iniciativas específicas para o tema desta SNCT, em consonância com as comemorações pelo Biênio da Matemática no Brasil, referente a 2017 a 2018.

Projetos

Realizada nacionalmente desde 2004, a SNCT é coordenada pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Comunicações (MCTIC) com a colaboração de empresas e órgãos públicas, escolas, fundações de apoio, institutos de pesquisa, museus, secretarias estaduais e universidades. Em 2016, mais de 2,1 mil instituições cadastraram 92 mil atividades em 1.055 municípios de todos os estados.

Os projetos devem ter como público prioritário alunos da educação básica e do ensino profissionalizante e diversos segmentos sociais interessados por ciência e tecnologia, como pessoas com deficiência, comunidades indígenas, quilombolas ou ribeirinhas, povos tradicionais, meninas e mulheres, moradores de periferias urbanas e população rural.

Todas as atividades precisam ser gratuitas ao público, sem qualquer cobrança de taxa ou ingresso. As propostas devem ser encaminhadas ao CNPq somente via internet, por meio do formulário de propostas on-line disponível na Plataforma Carlos Chagas. Esclarecimentos acerca da chamada pública podem ser obtidos pelo e-mail [email protected] ou pelo telefone (61) 3211-4000.

Com informações do Portal Brasil.

Comentários

comentários

Deixe um comentário