SES-AM prepara recadastramento obrigatório de servidores da saúde no Estado

Foto: Arquivo/SES-AM

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM) está elaborando um censo para servidores do órgão, e a expectativa da secretaria é lançar o censo até o fim deste ano. A estratégia faz parte do Programa Saúde Amazonas e pretende realizar um levantamento de todos os 22 mil servidores públicos estaduais ativos da saúde, identificando novos talentos e formações técnicas que serão melhores aproveitados na rede estadual.

O cadastramento ainda pretende contribuir para atualização de dados no sistema de informações dos servidores públicos efetivos, comissionados e temporários da secretaria.

De acordo com o chefe de Departamento de Gestão de Recursos Humanos (DGRH) da SES, Gilberson Barbosa, está no planejamento para a atualização das informações cadastrais e funcionais a construção um banco de dados geral. O levantamento servirá para determinar o dimensionamento do servidor público da Saúde na administração pública e irá, inclusive, contribuir para a elaboração de futuros editais de concurso para a pasta.

“Através do censo será possível a identificação de talentos e também a melhor alocação deles, objetivando a melhoria no serviço e também a satisfação do servidor, porque quando a gente está alocada em uma área em que a gente se identifica, a gente tende a render mais”, disse.

Atualização cadastral obrigatória

A proposta do censo inclui a obrigatoriedade de participação. O servidor que não realizar o censo poderá ter o pagamento da sua remuneração bloqueado logo após o término do censo, sendo liberado assim que regularizar sua situação.

Entre os projetos para o censo que estão sendo analisados, está a interação on-line entre o servidor e o DGRH. Em uma plataforma na internet, o servidor da saúde poderá cadastrar dados e outras informações, que serão validadas pela chefia imediata. Com isso, a obtenção e atualização dos dados ocorrerá de forma mais rápida e eficiente.

As informações são da assessoria