SES-AM realiza curso de ventilação mecânica para profissionais intensivistas

Foto: Lucas Silva/Secom

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM), em parceria com a Associação Brasileira de Medicina de Urgência e Emergência (Abramurgem), está oferecendo aos profissionais que atuam nas Unidades de Terapia Intensiva (UTI) da rede estadual de saúde um curso de atualização e manejo de equipamentos de ventilação mecânica.

A formação teve início neste sábado (9), no auditório do Instituto da Mulher Dona Lindu, e acontece até a próxima segunda-feira (11). Ao todo, o curso conta com a participação de 60 profissionais de saúde, entre médicos, fisioterapeutas e intensivistas.

Para o secretário de Saúde, Marcellus Campêlo, o curso é uma grande oportunidade de nivelamento e qualificação dos profissionais de saúde do Amazonas. “Não adianta ter uma estrutura toda física sem ter as pessoas para lidar com isso. Então, a capacitação, as condições de trabalho, o pagamento em dia, todas as condições necessárias são fundamentais para que os profissionais consigam salvar o maior número de vidas possível”, afirmou o secretário.

O curso 

Ministrado pelo presidente da Abramurgem, Fernando Sabia Tallo, especialista em terapia intensiva, o curso visa melhorar a atenção e assistência aos pacientes que precisam de ventilação na UTI, principalmente em um momento como o atual, em que os hospitais têm uma alta taxa de internações de pessoas acometidas pela Covid-19.

O médico explicou que a ventilação  mecânica tem algumas especificidades e, por isso, é necessário treinar os profissionais da emergência e da terapia intensiva para que o tratamento seja feito de forma segura, garantindo melhor evolução do paciente.

“Nós vamos fazer um curso em duas etapas. Uma etapa teórica onde vamos explicar os princípios da ventilação mecânica e, em uma segunda etapa, vamos fazer com que possam manipular os ventiladores que eles vão trabalhar. Eu acho que, com isso, a gente completa o treinamento e vamos prestar um grande serviço para a população do estado do Amazonas, em favor do nosso paciente, que é o mais importante”, afirmou o médico.

Para o médico Adalberto Bonfim, especialista em Ginecologia e Obstetrícia, o curso de ventilação é uma conquista para a classe médica e fará a diferença no tratamento dos pacientes graves de Covid-19.

“A ventilação mecânica é tão importante para o conhecimento das pessoas que vão lidar com as pessoas que vão pra dentro da UTI, saber como entubar um paciente, saber como colocar a capacidade dela receber o oxigênio. O médico precisa conhecer, o médico clínico, o urgentista principalmente. Esse curso hoje, aqui, ele tem essa finalidade, de melhorar o conhecimento, de quem vai, até às vezes, socorrer uma pessoa com uma máquina dessas”, afirmou Bonfim.

Com informações da assessoria