Cultura e Entretenimento

Show Inclusivo para pessoas com deficiência é apresentado no Teatro Amazonas

Foto: Denise Pêgo/Sejusc

Inclusão, emoção e muitas apresentações marcaram a noite de sábado (16), no Teatro Amazonas, centro de Manaus, com um show totalmente inclusivo para pessoas com deficiência. O evento foi realizado pelo Governo do Amazonas, por meio de uma parceria entre as secretarias de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc) e de Estado de Cultura e Economia Criativa.

O espetáculo foi apresentado pela Orquestra de Câmara do Amazonas (OCA) e Balé Folclórico do Amazonas, além de grupos e artistas convidados.

Para a secretária da Sejusc, Mirtes Salles, o show inclusivo para PcDs demonstra o compromisso do governador Wilson Lima para com esse público. “Nós, da Sejusc, trabalhamos em conjunto com o Governo do Amazonas para atender de forma eficaz o público PcD. E fico feliz com essas ações, pois além da inclusão, destaca o carinho e a responsabilidade do governo com as pessoas com deficiência”, disse a gestora.

A secretária executiva da Pessoa com Deficiência da Sejusc (SePcD), Lêda Maia, destacou que a iniciativa é uma maneira de mostrar para a sociedade que as pessoas com deficiência têm capacidade para desenvolver qualquer atividade.

“A SePcD e a secretaria de Cultura, estão promovendo este evento com pessoas PcDs para que a população possa assistir, participar e entender que esse público tem a mesma competência que as pessoas sem deficiência”, ressaltou Lêda.

Conversa

Marssiclea Brito, que faz parte da assessoria de Inclusão da Pessoa com Deficiência da Secretaria de Cultura e Economia Criativa, informou que a preocupação da secretaria em relação ao show é mostrar que as pessoas com deficiência estão inseridas na cultura, como em qualquer outro lugar. “A gente tem visto a luta do público PcD em ir em busca do seu lugar na sociedade de forma igualitária. Então, a secretaria sempre se preocupou em inseri-los de uma maneira confortável na Cultura”, destacou Brito.

Atrações 

A programação contou com performance de dança artística em cadeira de rodas, Balé Folclórico, grupo de dança da Associação de Pais e Amigos do Down do Amazonas (Apadam), Programa de dança, atividades circenses e ginástica (Prodagin) e Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae-Iranduba).

Com informações da assessoria