Sindsep-AM solidariza-se com jovens presos em Parintins por expressarem opinião política

A diretoria executiva do Sindicato dos Servidores Públicos Federais no Estado do Amazonas – Sindsep-AM vem a público solidarizar-se com familiares e amigos de quatros jovens presos na noite deste domingo (21), em Parintins (AM), durante uma ação político-partidária.

Segundo Gustavo Passaneli, membro da Executiva do PT-Parintins, os quatro – inclusive um menor de idade – são militantes do ‘Diálogo e Ação Petista’ e foram presos pela Polícia Militar (PM), sob a alegação de picharem, na Igreja São Benedito, a frase “Eleição sem Lula é fraude”.

Ocorre que o ato foi praticado em muros de terrenos baldios ou prédios abandonados da cidade, todos de articulares, e não na referida igreja. Além disso, no Brasil, a livre expressão do pensamento é um direito de todos os cidadãos.

Outro fato estranho é que os rapazes, que não ameaçavam a integridade de ninguém, foram levados à terceira Delegacia de Polícia de Parintins por um contingente de dez policiais fortemente armados, onde ficaram detidos até o fim da manhã desta segunda-feira (22).

A PM de Parintins também expôs fotos dos rapazes em sua página do Facebook, permitindo sua total identificação, o que não costuma fazer em outras situações, principalmente envolvendo um menor de idade. Prova da inversão de valores que vive o Brasil.

Primando sempre pela democracia e direito à livre expressão, o Sindsep-AM reafirma sua solidariedade aos jovens militantes, bem como à executiva do PT-Parintins, e fica no aguardo de breves providências das autoridades
públicas competentes para averiguar as circunstâncias do ocorrido.