Sinetram lamenta morte do motorista da linha 450

A partir da noite desta sexta, a SSP-AM desencadeará a Operação Cavalo de Aço, também focada na fiscalização ao transporte coletivo- foto: divulgação

Em um comunicado, o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Amazonas (Sinetram), lamentou o ocorrido na noite de hoje (14), que resultou na morte do motorista da linha 450, identificado como Francisco Araújo da Silva, de 51 anos, conhecido como ‘Chiquinho’. O fato ocorreu após uma troca de tiros dentro do ônibus, na avenida Max Teixeira, Zona Norte de Manaus.

Veja também: Por falta de segurança, motoristas ameaçam parar ônibus nessa sexta-feira (15)

“O Sinetram lamenta o ocorrido e se solidariza com a família e os amigos neste momento de dor”, diz o comunicado.

Conforme informações da Polícia Militar, um suspeito ainda não identificado, também foi atingido, mas se fingiu de morto para não ser linchado pela população que estava indignada com o ocorrido.

Ainda de acordo com a PM, a troca de tiros iniciou no ônibus, após um homem ainda não identificado perceber a ação dos criminosos e reagir. Ele não foi localizado.