Sobe para 94.318 o número de recuperados da Covid-19 no Amazonas

foto: Marcio Azevedo

A Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-AM) divulga, neste sábado (15), a edição nº 135 do Boletim Diário Covid-19. Nesta edição, o boletim confirma a recuperação de mais 417 amazonenses, nas últimas 24 horas, chegando a 94.318 o número de pessoas que passaram pelo período de quarentena (14 dias) e se recuperaram da doença.

Foram confirmados mais 464 casos da doença no Amazonas, nesta edição do boletim. Destes, 20 casos foram confirmados por exame de biologia molecular RT-PCR, que identifica o vírus no organismo e detecta casos novos agudos entre o terceiro e o sexto dia de sintomas, período de transmissão da doença. Os outros 444 foram confirmados por testes rápidos que detectam os anticorpos, com data de oito a 60 dias ou mais das primeiras manifestações da Covid-19.

Conforme o boletim, foi confirmado dois óbitos por Covid-19 ocorridos nas últimas 24 horas em Manaus, elevando para 3.457 o total de mortes. Na capital, de acordo com dados da Prefeitura de Manaus, nesta sexta-feira (14), foram registrados 33 sepultamentos, três óbitos em domicílio e uma cremação.

O boletim aponta ainda que 13.455 pessoas com diagnóstico de Covid-19 estão sendo acompanhadas, ou seja, são casos confirmados nos últimos 14 dias, que se encontram internados ou em isolamento domiciliar.

Internações – Entre os casos confirmados de Covid-19 no Amazonas, há 179 pacientes internados, sendo 113 em leitos clínicos (14 na rede privada e 99 na rede pública) e 66 em UTI (28 na rede privada e 38 na rede pública).

Há ainda outros 58 pacientes internados considerados suspeitos e que aguardam a confirmação do diagnóstico. Desses, 41 estão em leitos clínicos (25 na rede privada e 16 na rede pública) e 17 estão em UTI (nove na rede privada e oito na rede pública).

Notificação – A consolidação dos casos notificados no Amazonas é realizada pela FVS-AM a partir de informações obtidas em três sistemas: e-SUS Notifica, Sistema de Informação da Vigilância Epidemiológica da Gripe (Sivep-Gripe) e o Gerenciador de Ambiente Laboratorial (GAL), até às 10h de cada dia. Em Manaus, foram notificados 115.902 casos, enquanto no interior do estado, o número chega a 148.399.

As notificações são realizadas pelas vigilâncias epidemiológicas dos municípios, por meio de sistema de informação de saúde, e repassadas para a FVS-AM, que consolida os dados. Os casos notificados são confirmados ou descartados, futuramente, por exame laboratorial ou testes rápidos.

Nesta edição, 13 municípios não atualizaram o sistema de informação para consolidação dos dados do boletim, são eles: Apuí, Carauari, Eirunepé, Envira, Japurá, Juruá, Jutaí, Manaquiri, Maraã, Maués, Pauini, Tapauá e Tonantins.

Municípios – Dos 111.241 casos confirmados no Amazonas até este sábado (15/08), 39.044 são de Manaus (35,10%) e 72.197 do interior do estado (64,90%).

Além da capital, os 61 municípios têm casos confirmados: Coari (6.778); Parintins (3.720); São Gabriel da Cachoeira (3.605); Manacapuru (3.510); Tefé (3.335); Humaitá (2.689); Barcelos (2.274); Lábrea (2.111); Itacoatiara (2.023); Presidente Figueiredo (1.916); Santa Isabel do Rio Negro (1.870); Tabatinga (1.725); Iranduba (1.690); Eirunepé (1.657); Benjamin Constant (1.533); Rio Preto da Eva (1.257); Maués (1.233); São Paulo de Olivença (1.226); Careiro (1.224); Ipixuna (1.220); Alvarães (1.203); Autazes (1.198); Manicoré (1.195); Santo Antônio do Içá (1.161); Pauini (1.079); Boca do Acre (1.009); Tapauá (960); Carauari (861); Guajará (860); Atalaia do Norte (839); Nova Olinda do Norte (835); Barreirinha (807); Fonte Boa (753); Urucurituba (747); Anori (724); Beruri (713); Borba (689); Novo Aripuanã (667); Uarini (643); Anamã (621); Itapiranga (601); Nhamundá (559); Amaturá (559); Tonantins (553); Itamarati (545); Urucará (535); São Sebastião do Uatumã (514); Juruá (473); Manaquiri (451); Maraã (422); Japurá (405); Canutama (349); Jutaí (329); Novo Airão (310); Boa Vista do Ramos (307); Caapiranga (272); Silves (253); Codajás (207); Careiro da Várzea (142); Apuí (126) e Envira (125).

Óbitos – Entre pacientes em Manaus, há o registro de 2.124 óbitos confirmados em decorrência do novo coronavírus. Destes, um deles ocorrido nas últimas 24 horas.

No interior, são 58 municípios com óbitos confirmados até o momento, totalizando 1.333, sendo que um deles ocorreu nas últimas 24 horas. A lista inclui Manacapuru (140); Coari (105); Parintins (105); Tefé (84); Tabatinga (79); Humaitá (67); Itacoatiara (61); São Gabriel da Cachoeira (49); Iranduba (46); Autazes (36); Benjamin Constant (35); Maués (33); Lábrea (27); Manicoré (25); Barcelos (24); Nova Olinda do Norte (24); São Paulo de Olivença (23); Presidente Figueiredo (23); Borba (22); Santo Antônio do Içá (20); Fonte Boa (18); Careiro (17); Jutaí (16); Rio Preto da Eva (17); Tonantins (14); Alvarães (13); Santa Isabel do Rio Negro (12); Manaquiri (12); Guajará (11); Anori (11); Boca do Acre (11); Novo Aripuanã (11); Barreirinha (11); Uarini (9); Nhamundá (9); Amaturá (8); Carauari (8); Beruri (8); Juruá (7); Novo Airão (7); Itapiranga (6); Caapiranga (6); Urucará (6); Eirunepé (5); Tapauá (5); Silves (5); Itamarati (5); Careiro da Várzea (4); Pauini (4); Atalaia do Norte (4); Urucurituba (4); Maraã (4); Codajás (3); Ipixuna (3); Boa Vista do Ramos (2); São Sebastião do Uatumã (2); Japurá (1) e Envira (1). Permanecem sem óbitos registrados: Anamã, Apuí e Canutama.

Reclassificação– O Comitê Interno da Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas e a Secretaria Municipal de Saúde de Manaus estão realizando o processo de revisão e qualificação dos óbitos ocorridos em meses anteriores, com base nos novos critérios do Guia de Vigilância Epidemiológica do Ministério da Saúde, que passou a considerar óbitos por Covid-19 também por critérios clínicos e exames de imagens.

Nesta edição, foram reclassificados seis óbitos antigos, nas seguintes cidades do interior: Itacoatiara (02), Tefé (1), Manicoré (1), Lábrea (1) e Humaitá (1), totalizando 3.463 óbitos por Covid-19 no Amazonas. É importante salientar que os novos critérios de encerramento de óbitos por Covid-19 elevam os dados gerais, mas não refletem o momento atual, pois tratam-se de óbitos em investigação que ocorreram no pico da pandemia e que agora, serão incluídos na contagem geral do Amazonas.

Com informações da FVS-AM