Sonhos de futuras mães por fertilização in vitro são adiados devido a pandemia

Foto: Divulgação

Recorrer ao procedimento de fertilização in vitro costuma ser um dos últimos recursos de um casal que pretende ter filhos, mas enfrenta dificuldades para engravidar após um ano de tentativas. A expectativa pelo sucesso da fecundação do óvulo com o espermatozoide no laboratório de embriologia, normalmente, envolve uma espera desafiante.

Esse difícil tempo de preparo e ansiedade, no entanto, se tornou um gigante ponto de interrogação durante a pandemia do novo coronavírus. As sociedades científicas e a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) orientaram as clínicas a suspender o início de novos ciclos de tratamento e cancelar todas as transferências embrionárias dos ciclos iniciados. Um adiamento do sonho de ser pai e mãe por tempo indeterminado.

As sociedades científicas e a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) orientaram as clínicas a suspender o início de novos ciclos de tratamento e cancelar todas as transferências embrionárias dos ciclos iniciados. Um adiamento do sonho de ser pai e mãe por tempo indeterminado.

Leia a matéria completa no Metrópoles, parceiro do Portal Manaus Alerta