Suframa visita estrutura laboratorial e de ensino da Fucapi

Foto: Divulgação

Para conhecer a estrutura e atual realidade da Fundação Centro de Análise, Pesquisa e Inovação Tecnológica (Fucapi) – uma instituição de ensino e pesquisa com 38 anos de existência -, a Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa) realizou, na terça-feira (22), em conjunto com o Centro de Biotecnologia da Amazônia (CBA), uma visita às instalações do local, que conta com laboratórios e salas de aulas para ensino técnico.

A diretora-presidente da Fucapi, Isa Assef, e o presidente da Federação das Indústrias do Estado do Amazonas (Fieam), Antônio Silva, receberam o superintendente da Suframa, Algacir Polsin, o gestor do CBA, Fábio Calderaro, e demais representantes da comitiva para apresentar o que está sendo feito na instituição, que mantém ativos seus cursos profissionalizantes e cujos laboratórios são utilizados para capacitação do ensino técnico promovido na Fucapi.

Já a Central de Laboratórios (Celab) da instituição tem sido gerida em parceria com a empresa Manaós Serviços Tecnológicos, numa gestão compartilhada com objetivo de melhor aproveitar a estrutura, que conta com laboratórios de Ensino Dinâmico, Ensaios Químicos, Espectroscopia, Calibração e Ensaio, Cromatografia, Espectrofotometria e de Segurança de Isqueiros – todos sendo utilizados para atender a demandas, em especial de empresas instaladas no Polo Industrial de Manaus (PIM).

Na oportunidade, a comitiva da Suframa conheceu os processos realizados no Celab e nos demais laboratórios de apoio ao ensino, como o mecânico, e verificou algumas ações de reestruturação da Fucapi, conforme as informações repassadas pela gestão da instituição.

O presidente da Fieam, Antônio Silva, frisou que mesmo com as dificuldades enfrentadas recentemente pela Fucapi, o reconhecimento da instituição, tanto junto a empresas do PIM quanto à sociedade, a mantém em um patamar de importância pelos trabalhos realizados em seus laboratórios e salas de aula. “Tanto que hoje a Fucapi tem mais de mil alunos inscritos nos cursos ofertados, pois é um ensino de qualidade reconhecida”, disse.

Isa Assef declarou que “a Fucapi tem muita história e o nosso compromisso com essa instituição é continuar com atividades que muito contribuíram para a região e para o País”.

“Aprendemos muito com essa visita e isso nos estimula a buscar sempre um trabalho integrado. Por onde passamos, vamos verificando o que podemos fazer justamente pra criar uma sinergia e, neste caso, analisar as possibilidades de ligação entre os institutos de pesquisa e empresários para relacionar as áreas de interesse”, afirmou o superintendente da Suframa ao fim da agenda.

Com informações da assessoria