Taxa de suicídios na PF é 4 vezes maior que a da população em geral

16
Foto: Divulgação

O tamanho do estresse enfrentado pelos policiais federais brasileiros pode ser medido em um número dramático, o de suicídios desses profissionais. Nos últimos 10 anos, 31 servidores da corporação tiraram a própria vida, revela levantamento inédito da Federação Nacional dos Policiais Federais (Fenapef). As informações são do Metrópoles.

A gravidade da situação é percebida na comparação do número com a taxa de suicídios na população em geral. No Brasil, segundo dados do Ministério da Saúde, o volume de suicídios a cada 100 mil habitantes em 2016 (último ano com dados consolidados) foi de 5,8 (naquele ano, 11.433 brasileiros tiraram a própria vida). Caso se faça essa projeção proporcional para os casos de suicídio entre policiais federais (que são 13.400 na ativa, segundo o Ministério do Planejamento), a taxa seria de 23,13 mortes a cada 100 mil pessoas: quatro vezes mais do que na população em geral.

Ainda que se compare apenas com a taxa de suicídios entre os homens, que é bem maior do que o número geral (9,2 casos a cada 100 mil homens em 2016), a porcentagem entre policiais federais ainda é mais do que o dobro da dos brasileiros.

Esta terça-feira (10) marca o Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio, promovido pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

Matéria completa no site Metrópoles