Polícia

Tenente da Força Tática diz que Romarinho Mec e amigos ‘tinham envolvimento com o tráfico’

foto: reprodução

O tenente da Força Tática, Felipe Coelho, afirmou em entrevista ontem (10) a noite que Romarinho Mec e os amigos, alvos de criminosos, tinham envolvimento com o tráfico de drogas. O tiroteio que ocorreu no velório de Romarinho Mec, no Distrito de Cacau Pirêra, acabou levando a morte  de seu amigo Illguiner Menezes Guiné de 27 anos, o “Biber”.

Leia também: Velório de Romarinho Mec é retomado com reforço da Polícia Civil após tiroteio

“O cidadão do velório tinha envolvimento com o tráfico, então ele já procurou isso aí pra vida dele, com certeza foi uma retaliação por alguma coisa que tem feito, aí com a quantidade de pessoas que também tem envolvimento com o tráfico, viram a oportunidade, foi o que aconteceu, um deles foi alvejado e veio a óbito”, declarou tenente Coelho.

Illguinner tatuou o nome de Romarinho no braço – foto: divulgação

O policial afirmou ainda que não sabia informar se confirma a informação de que o alvo no velório seria Lucas Picolé, e não Illguinner. “Esse detalhe ninguém sabe ainda, caberá a Polícia Civil fazer o levantamento de todas essas informações, mas o que a gente tem aqui até agora, é que todos eles estariam envolvidos com o tráfico de drogas. Porque a pessoa que vem para um velório de um traficante desse, com um carrão desse aí a gente já desconfia o que ele veio fazer aqui”, disse.

Leia também: Amigo é assassinado em velório de Romarinho Mec no Cacau Pirêra

Coelho finalizou dizendo que a prioridade das forças de segurança é proteger a população de bem. “Estamos aqui para resguardar a segurança da população de bem, a gente não está aqui para reguardar esse povo aí que veio aqui idolatrar vagabundo. Mas a Polícia Miliitar está na área, a Força Tática está na área para fazer a segurança da população de bem”, completou.

Portal Manaus Alerta