Tenista amazonense disputa Copa Kirmayr, em São Paulo

4
Bia Rodrigues vai em busca de manter a liderança do ranking Norte-Nordeste em sua categoria. (Foto: Janailton Falcão)

A tenista amazonense Bia Rodrigues, 9, seguiu nesta quinta-feira (23) para a cidade de Serra Negra (a 141 quilômetros de São Paulo), onde disputará o seu segundo campeonato do ano. Na Copa Kirmayr 2019, a atleta busca reforçar o primeiro lugar no ranking Norte/Nordeste, que ela conquistou no ano passado na categoria feminina de 9 anos, pela Federação Amazonense de Tênis (FAT), reconhecida também pela Federação Brasileira de Tênis (FBT).

No mês de abril deste ano, Bia chegou às semifinais do 11º Campeonato Aberto de Tênis, disputado em Mogi das Cruzes (SP). Agora, no sábado (25) e no domingo (26), a atleta vai às quadras de saibro de Serra Negra disputar sua segunda competição no ano, desta vez na categoria feminina de 10 anos, apesar de completar essa idade somente em dezembro.

Segundo Edson Rodrigues, pai da Bia, ela está no esporte desde os cinco anos de idade e fez uma forte preparação física no último mês para superar as desvantagens geográficas. “Ela está no mesmo nível que as outras atletas. A nossa desvantagem é a distância e os torneios que quase não temos na nossa região. As outras crianças têm mais tempo de jogos. Mas, nós vamos na raça e na coragem buscar um resultado melhor nesse torneio”, disse.

Com nível de disputa maior do que a competição disputada em Mogi das Cruzes, a Copa Kirmayr faz referência ao ex-jogador de tênis e hoje técnico Carlos Kirmayr. Ainda pela frente, no calendário de torneios, Bia Rodrigues participará no final de junho do Torneio Aberto da Sociedade Hípica de Campinas, também em São Paulo e poderá ainda disputar o Brasileirão de Tênis, que neste ano será realizado na cidade de Uberlândia (MG).

Na sequência de preparação para o segundo semestre, Edson informou que Bia participará de duas clínicas de tênis no mês de julho. A primeira será na Academia de Tênis, em Buenos Aires, na Argentina, com os professores mais renomados da América Latina, como Cláudio Souza, e a segunda será na Academia de Tênis Route, no Rio de Janeiro.

O técnico de tênis da equipe do Amazonas em competições nacionais e internacionais, Agnaldo Nascimento, disse que Bia fez uma pré-temporada, muito boa. “Agora nós focamos mais em treinamentos táticos. Pegamos as partes técnicas necessárias para poder limpar e deixar os movimentos mais habilitados para a competição. Treinamos bastante a parte da regularidade e da estratégia de jogo, de acordo com a idade dela”, contou.

Agnaldo explicou que a atleta tinha uma maneira de pensar completamente equivocada da categoria dela, mas que isso já está sendo trabalhado. “Agora ela já mostra que vem para dar resultado em outras categorias quando ela começar a ter confiança estratégica. Ela tem apenas oito meses em competições de tênis, contudo, ela cresce mais rápido do que pensávamos em ritmo de jogo, aceleração, movimentação de cabeça, de postura. Enfim, a Bia de modo geral está mudando rapidamente a forma de pensar, voltada completamente para o esporte. Tudo que ela procura fazer é para poder alcançar novos horizontes”, avaliou.