Terminal da Constantino será interditado para revitalização

"A população precisa estar ciente que estas mudanças são necessárias e, com o tempo, irão perceber as melhorias que irão ocorrer, especialmente em relação à redução do tempo das viagens”, contou o superintendente da SMTU- (Foto: Alexandre Fonseca)

Da madrugada deste sábado, 27/1, até a noite do domingo seguinte, o Terminal de Integração da Constantino Nery (T1), zona Sul, precisará ser interditado para a continuação dos serviços de revitalização executados pela Prefeitura de Manaus. Ao todo, serão 48 horas ininterruptas de implementação de melhorias no espaço, que retorna ao funcionamento regular na segunda-feira, 29/1.

“Esse é um trabalho emergencial e que está sendo realizado para dar mais conforto para quem utiliza do terminal, enquanto o Sistema BRT não é instalado totalmente. Muito em breve vamos lançar o chamamento das empresas para implementação do novo modal, que vai transformar o T1 numa linda e moderna estação. Vai ser bom para os trabalhadores, para os usuários, visitantes e para toda cidade”, afirmou o prefeito Arthur Virgílio Neto, que na madrugada desta terça-feira, 23/1, esteve acompanhando o serviço de limpeza do espaço.

Segundo o vice-prefeito e secretário municipal de Infraestrutura (Seminf), Marcos Rotta, nesta etapa do reordenamento do T1, serão reformados três mil metros quadrados de calçamento, aguardando a cura do concreto para realizar a pintura.

“Nosso objetivo é dar uma condição mais digna aos usuários do T1. Já finalizamos a etapa de retirada dos gradis e das 10 paradas de ônibus desativados, agora poderemos adentrar o terminal e prosseguir com os trabalhos na estrutura utilizada pela população”, explicou Rotta, em reunião técnica com os engenheiros da Seminf.

Os usuários do transporte coletivo que utilizam o terminal da Constantino poderão realizar o embarque e desembarque das linhas pela via paralela ao terminal, sentido Centro. Já a Integração Temporal (no período de duas horas) poderá ser feita em quaisquer paradas do sistema, a partir da avenida Epaminondas. Para o retorno do Centro aos bairros, as linhas de ônibus seguirão o itinerário das avenidas Leonardo Malcher / Ferreira Pena / Ayrão / Constantino Nery.

Durante a realização dos serviços de reforma, os vendedores ambulantes que ocupam o T1 serão realocados para a pista do terminal, que estará interditado. “É uma ação provisória para que a prefeitura possa humanizar o espaço, dando melhores condições para o ambiente de trabalho e para a população”, explicou Fábio Albuquerque, subsecretário municipal de Abastecimento, Feiras e Mercados (Subsempab).

Limpeza geral

O processo de recuperação estrutural e visual do Terminal de Integração da Constantino Nery começou há cerca de uma semana com os serviços de lavagem. Na madrugada desta terça-feira, 23/1, a limpeza avançou pela cobertura e retirada de lonas e outros materiais. A ação envolve trabalhadores da Secretaria Municipal de Limpeza Urbana (Semulsp) que, com a ajuda de esfregões, carros-pipas e jateadores, estão retirando o acúmulo de resíduos da cobertura, resgatando o azul original.

O prefeito Arthur Virgílio Neto esteve no local e aproveitou para dar uma mãozinha aos agentes de limpeza. Ele subiu no carro-pipa e usou os esfregões para limpar o telhado e manobrou o jateador. “Nós estamos preparando um ambiente limpo, mais confortável para o usuário. Não vai ficar lindo, mas vai ficar bom”, disse o prefeitoao determinar a retirada de todas as lonas utilizadas pelos vendedores ambulantes e que dão um aspecto sujo ao local.

Entre as ações futuras, está prevista a reforma de bancos, dos oito banheiros, pintura e troca da iluminação do terminal, que ganhará LED. “No final desta semana iniciaremos a revitalização do concreto na parte interna e, gradualmente, avançaremos para outras etapas, sempre minimizando ao máximo os transtornos aos usuários do T1”, finalizou o superintendente municipal de Transportes Urbanos (SMTU), Franklides Ribeiro.