Testemunha afirma que Flordelis e Anderson tinham relações sexuais com filhos

Foto: Reprodução

A deputada federal Flordelis (PSD-RJ) e o pastor Anderson do Carmo, assassinado em junho do ano passado, supostamente mantinham relações sexuais com filhos e filhas, segundo relatos de uma pessoa que morou na casa da família. A informação foi dada à TV Globo.

A testemunha optou por não se identificar ao alegar ter medo de sofrer represálias da família de Flordelis, denunciada como mandante do assassinato do marido.

“Durante o convívio, era perceptível que eles mantinham relações sexuais entre irmãos, entre pai e filha, entre mãe e filhos. Isso era nítido, notório, e inclusive contado pelos próprios”, afirmou.

Lei a matéria completa no Metrópoles, parceiro do Manaus Alerta.