Foto: Reprodução

Um dos personagens mais amados na internet atualmente é o Baby Yoda, que participa da série The Mandalorian, produção derivada da franquia de filmes Star Wars. Para trazê-lo à vida, foi produzido um boneco que custou US$ 5 milhões, mais de R$ 20 milhões na cotação atual.

A revelação foi feita pelo ator Adam Pally, que interpreta um dos Stormtroopers, soldados que servem ao principal vilão da série. Em uma cena do último episódio da primeira temporada, o personagem de Pally tem dar um soco no Baby Yoda, que é chamado em The Mandalorian de a Criança.

Pally disse, em entrevista à Entertainment Weekly, que após bater no boneco pela primeira vez, o criador da série, Jon Favreau, avisou sobre o preço do item. O ator relata que ficou tão nervoso, com medo de causar algum dano à peça milionária, que errou o soco três vezes seguidas.

“Eu só quero que você saiba que esse é o herói Yoda [o boneco usado] e ele custa, tipo, cinco milhões de dólares. Então, enquanto eu queira que você bata nele, eu também quero que você saiba disso”, Favreau teria dito a Pally.

Werner Herzog, que dirige um dos episódios da série e também participa como ator, disse em entrevista à revistaVariety que ficou emocionado quando viu o boneco.

“No set, ele [o boneco] era absolutamente convincente. Fazia você chorar quando via”, disse Herzog. Dois técnicos operam os olhos, a boca, os braços e as pernas do pequeno personagem à distância.

Fonte: Metrópoles