Cidades

TIM implanta 4G na frequência de 700 MHz em mais sete capitais

Dessa forma, a empresa é também a primeira a liberar o 4G em 700 MHz em todas as cidades em que houve o desligamento do sinal analógico.
Redação
Postado por Redação

Primeira operadora a ativar a rede 4G na faixa de 700 MHz no Brasil e líder em cobertura de quarta geração no país, a TIM avança novamente e passa a utilizar a frequência em mais sete capitais: Recife (PE), Fortaleza (CE), Maceió (AL), Natal (RN), Macapá (AP), Boa Vista (RR) e Rio Branco (AC). Dessa forma, a empresa é também a primeira a liberar o 4G em 700 MHz em todas as cidades em que houve o desligamento do sinal analógico.

“A exploração da faixa de 700 MHz é estratégica para o contínuo incremento da performance da rede de quarta geração e para o processo de digitalização do país. Com a ativação do 4G na frequência de 700 MHz, o refarming da faixa de 1.800 MHz e a introdução de novas tecnologias, como o VoLTE e ViLTE, vamos reafirmar cada vez mais nossa liderança e expandir o alcance e a qualidade da banda larga móvel no Brasil”, afirma Leonardo Capdeville, CTO da TIM Brasil.

A ativação do 4G na faixa de 700 MHz permite maior alcance de sinal e aumento da velocidade, o que proporciona uma melhora na experiência de uso dos clientes. Por ser uma frequência mais baixa, o alcance de cobertura pode ser quatro vezes maior comparado ao da faixa de 2600 MHz, além de proporcionar uma maior penetração nos ambientes indoor.

“Em Fortaleza e Recife, por exemplo, esperamos aumentar nossa cobertura 4G indoor de 50% para mais de 95%. Isto garante a qualidade na conexão de dados onde quer que o cliente esteja”, complementa Capdeville.

Devido ao trabalho prévio da TIM de preparação de todos os seus equipamentos para receber a tecnologia, a empresa saiu na frente, ativando a tecnologia na nova faixa imediatamente após a liberação da EAD, o que representa um ganho de qualidade para seus clientes.

Os resultados já podem ser mensurados: em Brasília, por exemplo, houve um crescimento de 60% do tráfego 4G em menos de um mês e o percentual de clientes conectados na rede de quarta geração cresceu mais de 30% no mesmo período. Nas demais cidades que já receberam a rede 4G em 700 MHz – Campo Grande (MS) e Teresina (PI), além de Rio Verde (GO), Uberlândia (MG) e Cacimbas (PI), entre outras – o cenário de crescimento de trafego e clientes 4G se repete.

As ativações de 4G na faixa de 700 MHz também permitem a adoção da tecnologia carrier agregation em duas ou até três frequências, dependendo da localidade. A TIM foi a primeira a operar em duas frequências no 4G e também foi pioneira em utilizar carrier agregation com três frequências. Hoje, a carrier agregation já está presente em todos os elementos de rede da TIM que possuem mais de uma frequência (elimina-se as regiões onde temos o RAN Sharing com equipamento de outra operadora).

Todos os aparelhos do portfólio atual da TIM já operam na frequência 700 MHz. As ofertas de dados da operadora se mantêm, sem qualquer reajuste de preços por conta da nova tecnologia. A TIM adquiriu o direito de operar na frequência de 700 MHz após vencer um dos lotes do leilão de faixas promovido pela Anatel em setembro de 2014. O investimento da empresa foi de R$ 2,85 bilhões nessa aquisição.

Com informações da assessoria

Comentários

comentários


Deixe um comentário