Tio de Wesley Safadão pode levar R$ 40 milhões em processo após cantor descumprir acordo feito em 2003

Foto: Divulgação/Assessoria

Desde 2011 corre na Justiça um processo milionário movido por Emanuel Hélio Eduardo de Oliveira, tio de Wesley Safadão, que finalmente pode chegar ao fim ainda este mês. Na ação, que será julgada na 34ª Vara Cível da comarca de Fortaleza, no Ceará, o familiar do cantor alega que a mãe do forrozeiro, Maria Valmira Silva De Oliveira, conhecida na internet como Dona Bill, descumpriu um acordo feito ainda em 2003.

Emanuel Hélio alega que, na ocasião, teria sido feito um acordo que lhe dava, nos últimos sábados a cada dois meses, o direito aos lucros dos shows da Garota Safada, banda por trás do cantor cearense Wesley Safadão, já que ele cedeu um ônibus de R$ 22 mil para os músicos viajarem durante as turnês. Por causa disso, ele teria se tornado sócio do grupo e, entre as provas que o tio do cantor anexou ao processo, está uma participação do artista no Domingão do Faustão.

Leia a matéria completa no Metrópoles, parceiro do Portal Manaus Alerta