Torturada com colher quente e cigarro, jovem é achada morta

Moradores da região afirmaram que o suspeito, companheiro da vítima, teria circulado com o corpo da mulher na garupa de uma motocicleta.

Um jovem de 22 anos foi encontrada morta na Lagoa da Libânia, no bairro Mondubim, em Fortaleza (CE), na segunda-feira (1º). A vítima apresentava ferimentos feitos com objetos cortantes, além de ter marcas de tiros pelo corpo. Moradores da região afirmaram que o suspeito de cometer o crime teria circulado com o corpo da mulher na garupa de uma motocicleta.

De acordo com informações do Tribuna do Ceará, o homem, quando chegou ao rio, bateu a cabeça da vítima contra uma pedra e abandonou o corpo no local. Uma familiar, que não quis se identificar, disse que Stefhani Brito, além de sofrer agressões físicas e psicológicas do companheiro, teria ido se encontrar com ele no dia em que foi achada morta.

“Eu creio que ela sofria ameaças porque lembro que a gente falou para ela não ir e ela disse: ‘Eu vou por causa de vocês’”, disse a mulher. De acordo com a familiar, o suspeito batia em Stefhani e amarrava para que ela não gritasse. Além disso, a jovem aparecia com marcas de queimaduras e agressões no corpo. “Ele queimava ela com a colher e com cigarro. Ela era cheia de marcas. Batia nela e ainda amarrava”, ressaltou

Fonte: Notícias ao Minuto