Em Manaus, PM suspeito de matar trans Manuela em motel se apresenta na polícia

Foto: Reprodução

Jeremias da Costa Silva, suspeito de matar a trans Manuela Otto com um tiro no peito na madrugada do último sábado (13), se entregou a delegacia na manhã dessa terça (16).

Na delegacia, Jeremias não quis responder às perguntas e alegou que tem direito de ficar calado.

Entenda o caso

Na noite do último sábado (13), Jeremias teria ido com Manuela a um motel no bairro Monte das Oliveiras, Zona Norte de Manaus. O suspeito e a vítima tiveram um desentendimento e o policial teria atirado contra o peito de Manuela, que foi a óbito ainda no local.

O suspeitou tentou sair, mas os funcionários do estabelecimento não queriam deixar por terem ouvido o tiro vindo do quarto onde ele estava, mas o suspeito acabou fugindo usando um sutiã. Imagens de câmeras de segurança registraram o momento em que Jeremias arrombou o portão do motel com seu carro e fugiu do local.

Testemunhas afirmam que Jeremias era conhecido pelo seu temperamento muito violento, e constantemente abusava de álcool e drogas. Ele também já tinha sido vista com Manuella outras vezes.

Assista o vídeo abaixo:

Por Portal Manaus Alerta