Trilha que leva a árvore gigante do Parque Sumaúma é reaberta em Manaus

109
Após a reabertura da trilha, os voluntários e técnicos da Sema promoveram um abraço à árvore que dá nome ao parque, que possui mais de 40 metros- foto: Ricardo Oliveira

A trilha que leva à sumaumeira que dá nome ao Parque Estadual Sumaúma foi reaberta durante ação, neste sábado (21), em comemoração ao Dia da Árvore. Mais de 100 voluntários participaram da atividade, intitulada “Atitude Limpa”, que promoveu um mutirão de limpeza na trilha da unidade de conservação, localizada na Cidade Nova, zona norte de Manaus.

O espaço, gerenciado pela Secretaria de Estado do Meio Ambiente (Sema), abriu as portas para a população com atividades gratuitas de lazer e educação ambiental. Trilhas interpretativas, plantio simbólico de mudas, oficina educativa contra as queimadas e um diálogo ambiental sobre a importância da árvore e resíduos sólidos integraram a programação.

A atividade foi realizada pela Sema, em parceria com o Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas (CBMAM), Instituto Sumaúma, Instituto Brasileiro de Defesa da Natureza (IBDN) e Secretaria de Estado de Educação (Seduc-AM). Participaram da ação ainda estudantes da Faculdade Fametro e da Escola Estadual Ruth Prestes.

“Ações como esta resgatam a história do parque, que nasceu em defesa desta área verde por parte da população da Cidade Nova. No Dia da Árvore, é uma alegria ver crianças, jovens, adultos e idosos usufruindo desta área protegida e entendendo na prática a importância de uma árvore para o planeta”, destacou o secretário-executivo da Sema, Luis Henrique Piva.

Abraço à sumaúma

Após a reabertura da trilha, os voluntários e técnicos da Sema promoveram um abraço à árvore que dá nome ao parque, que possui mais de 40 metros. “As árvores são importantes para diminuir a poluição, controlar a temperatura e são lar de muitas espécies. Mais do que um conjunto de árvores, um fragmento florestal como o Parque Sumaúma é um conjunto de relações importantes para manter a qualidade de vida da população”, reforçou a secretária adjunta da Sema, Christina Fischer.

Por ser a única unidade de conservação estadual em área urbana, o Parque Estadual Sumaúma tem como um de seus objetivos promover ações para a população sobre a importância da preservação do meio ambiente. Inaugurado em 2003, o Parque Sumaúma abriga parte da flora e fauna da Amazônia, como o sauim-de-coleira, animal símbolo da capital amazonense.

A entrada no Parque é gratuita e ocorre pelo acesso pela avenida Bacuri, s/nº, Cidade Nova. A unidade de conservação recebe visitantes de terça a domingo, entre 8h às 16h.

Com informações da assessoria

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui