Polícia

Trio é preso por furtar igreja católica e vender objetos próximo ao local do crime

De acordo com o delegado titular do 13° Distrito Integrado de Polícia (DIP), Jander Mafra, o furto ocorreu na noite anterior, por volta das 23h45- foto: divulgação/PC
Redação
Postado por Redação

Antônio Marcos Braga Seabra, 33, conhecido como “Marquinhos”; Romário Vaz da Silva, 23, e Wesley Matos Dourado Gomes, 22, chamado de “Bicudinho”, por furto qualificado. As prisões ocorreram na Rua dos Pavões, foram presos na tarde de ontem (29), pelo crime de furto a uma igreja católica no bairro Cidade de Deus.

De acordo com o delegado titular do 13° Distrito Integrado de Polícia (DIP), Jander Mafra, o furto ocorreu na noite anterior, por volta das 23h45. Conforme informações da autoridade policial, a equipe foi informada que os criminosos estariam comercializando, em via pública, os objetos furtados do local.

“Nos deslocamos até o lugar indicado e encontramos Romário com alguns dos itens furtados da igreja. Ele confessou participação no crime e delatou os comparsas. Em seguida localizamos “Marquinhos” e “Bicudinho”, naquela mesma via. Recuperamos três ventiladores, uma botija de gás e uma caixa de som amplificada, subtraídos da igreja”, explicou.

Durante consulta ao Sistema Integrado de Segurança Pública (Sisp) os policiais civis constataram, em aberto, mandado de prisão preventiva por homicídio em nome de Romário, pela morte de Rilberth Kelvison da Silva Pena, ocorrida em março de 2015. Antônio, Romário e Wesley foram indiciados por furto qualificado. Ao término dos procedimentos cabíveis na delegacia, Romário será encaminhado ao Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM), em razão do mandado de prisão em nome dele. Antônio e Wesley foram liberados e irão responder pelo crime que cometeram em liberdade.

Comentários

comentários


Deixe um comentário