Cidades Destaques Saúde

Usuários são orientados a apresentar documentos para a liberação de medicamentos

A exigência faz parte do processo de implantação, pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), do sistema eletrônico de controle de dispensação de itens farmacêuticos, o SisFarma.
Redação
Postado por Redação

Usuários da rede de saúde da Prefeitura de Manaus que precisarem retirar medicamentos nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) devem apresentar, a partir de agora, além da receita médica em duas vias, o Cartão Nacional de Saúde (CNS) e um documento de identificação com foto. A exigência faz parte do processo de implantação, pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), do sistema eletrônico de controle de dispensação de itens farmacêuticos, o SisFarma.

O novo sistema, desenvolvido pelo Departamento de Tecnologia da Informação da Semsa, está sendo implantado desde fevereiro e atende à determinação do Ministério da Saúde para ampliar o controle na área de assistência farmacêutica em todos os municípios brasileiros. Em Manaus, a medida também está alinhada às metas do executivo municipal de otimizar a aplicação do recursos públicos.

O SisFarma vai possibilitar o controle com precisão das quantidades, horários e locais de liberação de medicamentos, assim como o número exato de usuários beneficiados, maiores demandas e custos atualizados dos itens liberados por unidade de saúde. Com isso, será evitada a liberação indiscriminada de remédios, além de dimensionar melhor as necessidades da rede municipal e melhor utilizar os recursos destinados às nossas farmácias.

Segundo a gerente de assistência farmacêutica da Semsa, Mie Muroya Guimarães, todos os servidores das UBSs estão sendo treinados para que possam utilizar o sistema de forma rápida e eficiente, diminuindo o tempo de espera dos usuários. “Em contrapartida, neste processo de atualização e modernização é preciso que os pacientes colaborem procurando as farmácias com todos os documentos necessários”, destaca a gerente.

Mie Muroya informa que se o próprio paciente não puder comparecer à UBS, os medicamentos podem ser recebidos por outra pessoa, desde que esta apresente a prescrição médica em duas vias, e o Cartão Nacional de Saúde e um documento oficial com foto (de quem está recebendo os medicamentos e do paciente). Os usuários com doenças que exigem mais de uma dispensação, como os hipertensos e diabéticos que têm receita para dois meses, devem tirar uma cópia da receita para ser entregue no segundo mês.

Com informações da assessoria

Comentários

comentários

Deixe um comentário