Saúde

Vacinação de toda a população acima dos 18 anos é iniciada em Manaus

foto: Valdo Leão / Semcom

Depois de avançar no atendimento dos grupos prioritários definidos no Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19, a Prefeitura de Manaus abre nesta quarta-feira (2), a imunização da população de 18 a 59 sem comorbidades residente na capital. O atendimento será feito pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) de forma escalonada, em ordem decrescente de idade, começando pelos de 58 e 59 anos. A vacinação segue ao longo da semana, contemplando as pessoas de 56 e 57 anos na quinta-feira (3), e as de 55 anos na sexta-feira (4).

“Este é um momento muito esperado e de muita emoção. Desde janeiro, o município vem realizando uma campanha transparente e eficiente, que é modelo para o resto do país, atendendo a ordem de prioridade dos grupos mais vulneráveis, que agora chega ao momento de oferecer a vacina para todos os que ainda não foram vacinados”, comemora o prefeito Davi Almeida.

Em coletiva de imprensa realizada na sede da Semsa, na manhã desta terça-feira (1º), a secretária municipal de Saúde, Shádia Fraxe, explicou que a abertura da campanha para a população geral foi recomendada pelo Ministério da Saúde aos municípios que já alcançaram os grupos de maior risco para formas graves da Covid-19 e que já estejam sem ou com demanda reduzida para vacinação desses públicos.

“Como atendemos a esses critérios, assim que foi publicada a Nota Técnica 717/2021 no último dia 28, começamos a definir as estratégias de atendimento dessa população ampliada e vamos seguir a recomendação de que a vacina para o público geral ocorra de forma concomitante aos grupos prioritários”, afirmou a secretária, destacando que o avanço da vacinação para o público geral foi pactuado na Comissão Intergestores Bipartite (CIB).

Dados do IBGE mostram que a população de 18 a 59 anos, residente em Manaus, é de 1.304.524 pessoas. Dessas, segundo Shádia, 220,3 mil já foram vacinadas contra a Covid-19 em grupos prioritários anteriores, como os trabalhadores da saúde, da educação, do transporte, pessoas com comorbidades, povos tradicionais (ribeirinhos e quilombolas), gestantes e puérperas, pessoas com deficiência permanente, e outros, elencados como a população de maior vulnerabilidade e risco associado ao novo coronavírus. Conforme estimativa da Semsa, entre 55 e 59 anos, são 47,8 mil as pessoas ainda não vacinadas.

Shádia Fraxe orientou que o público faça o cadastro no Imuniza Manaus (https://imuniza.manaus.am.gov.br/), para garantir mais segurança no registro dos dados pessoais e agilidade na hora de se vacinar. Aberto no mês de março e depois fechado para priorizar os grupos que foram sendo contemplados na campanha, o Imuniza já está reaberto para todos os usuários. Levantamento do Departamento de Tecnologia da Informação (DTI) mostra que os cadastros feitos previamente na plataforma chegam a 233 mil pessoas com idade entre 18 e 59 anos.

De acordo com a secretária, o calendário das faixas etárias abaixo de 55 anos será definido semanalmente, levando em conta a disponibilidade de vacina. “Vamos iniciar com o remanejamento de doses e aguardar as próximas remessas para garantir que não falte vacina para os contemplados a cada semana, nem para a segunda dose dos que forem vacinados”, assegurou a secretária. Ela disse que a Semsa também estuda ampliar e diversificar os postos de atendimento, com novas opções de locais e horários para os usuários.

Atendimento

O público de 55 a 59 anos será vacinado em seis pontos de vacinação já tradicionais montados pela prefeitura: Centro Cultural dos Povos da Amazônia, Universidade Paulista (Unip), Clube do Trabalhador do Sesi/AM, Centro de Convenções de Manaus (Sambódromo), supermercado Coema e Balneário do Sesc/AM.

Para receber a vacina, é necessário apresentar documento de identificação original com foto, CPF e comprovante de residência (original e cópia) que demonstre que o usuário é morador de Manaus.

Os que realizaram o cadastro no Imuniza devem acessar o sistema e escolher a opção “Consultar 1ª Dose” para saber a data e o local em que irá receber a vacina. Quem não se cadastrou poderá se dirigir ao ponto de vacinação mais próximo, com os documentos obrigatórios.

Dois pontos de vacinação não estarão disponíveis para a população geral. O ponto do Centro de Convivência da Família Padre Pedro Vignola, na zona Norte, será, a partir desta quarta-feira, 2/6, único e exclusivo para os remanescentes dos grupos de idosos, pessoas com deficiência permanente, com comorbidades, gestantes e puérperas, trabalhadores da educação, além dos pais de crianças com deficiência permanente. Já o posto da Escola de Enfermagem de Manaus, na zona Sul, será único e exclusivo para remanescentes dos grupos de trabalhadores da saúde, além das forças de segurança e forças armadas.

Até o momento, a Prefeitura de Manaus aplicou 675 mil doses de vacina contra a Covid-19 na capital. Dessas, 398,5 mil foram primeiras doses e 276,3 segundas doses.

Os grupos prioritários já atendidos na campanha municipal são os trabalhadores da Saúde, idosos de 60 anos e mais, pessoas de 60 anos e mais vivendo em instituições de assistência, pessoas com deficiência vivendo em instituições de assistência, ribeirinhos, quilombolas, Pessoas com Deficiência Permanente grave (PcD), pessoas com comorbidades, gestantes e puérperas, trabalhadores da Educação, pessoas em situação de rua, forças de Segurança e Salvamento, trabalhadores do transporte aéreo e trabalhadores aeroportuários.

Os próximos grupos a serem contemplados, finalizando o elenco de públicos prioritários definidos pelo Ministério da Saúde, são os dos trabalhadores do transporte coletivo rodoviário de passageiros e caminhoneiros, que começam a ser vacinados no próximo sábado, 5/6; e os funcionários e população do Sistema de Privação de Liberdade, que serão vacinados a partir da próxima segunda-feira, 7/6.

 
Calendário – 55 a 59 anos
Quarta-feira, 2/6 – 58 e 59 anos
Quinta-feira, 3/6 – 56 e 57 anos

Sexta-feira, 4/6 – 55 anos

Documentos obrigatórios
Identidade original, com foto
CPF

Comprovante de Residência (original e cópia)

Pontos de vacinação – 55 a 59 anos (Geral)
Zona Norte

Estacionamento do supermercado Coema, avenida Torquato Tapajós, nº 5.890, no Novo Israel, zona Norte

Zonas Sul e Centro-Sul
Centro Cultural dos Povos da Amazônia (avenida Silves, 2.222- Crespo)

Universidade Paulista – Unip (avenida Mário Ypiranga Monteiro, 3.490, Parque 10 de Novembro)

Zona Leste

Clube do Trabalhador do Sesi/AM (avenida Cosme Ferreira, 7.399, São José 1)

Zona Oeste
Balneário do Sesc/AM (avenida Constantinopla, 288, conjunto Campos Elíseos, Planalto) Centro de Convenções de Manaus – Sambódromo (avenida Pedro Teixeira, 2.565, Dom Pedro)