Manaus

Vaquinha é criada para ajudar motoboy agredido em condomínio de luxo em Manaus

Foto: Reprodução

O motoboy Douglas Alves de Andrade Junior, de 23 anos, foi vítima de agressão na última terça-feira (16) por um empresário em um condomínio de luxo localizado no bairro Dom Pedro, Zona Centro-Oeste de Manaus.

Mesmo sendo a vítima, Douglas foi prejudicado pelo o ocorrido e passou a ficar sem entregas pois os restaurantes não querem contratá-lo. Além disso, sua mochila foi danificada após o empresário jogá-la no chão.

Douglas é entregador de comida por aplicativo há dois anos e é responsável por sustentar sua família. Atualmente ele mora com sua mãe, a dona Georgete Tavares, de 60 anos, que é vendedora, mas que se encontra desempregada.

O ocorrido

O vídeo, que foi gravado por Douglas, mostra o momento em que o empresário joga sua mochila. O motoboy afirma que o agressor estava o ameaçando.

“O cara me ameaçou de me dar um tiro. Vim deixar um pedido aqui na casa dele”, nesse momento o motoboy leva um tapa na mão.

“Me da meu telefone, tu vai arranjar bronca comigo. Tu me ameaçou de me dá um tiro, nem te conheço. Só porque eu deixei o pedido ali na porta. Não encosta em mim, vou te processar e chamar a polícia”, diz o entregador.

A briga teria começado porque o Douglas entrou na garagem da casa para deixar o pedido na porta e o cliente não gostou da atitude. Um boletim de ocorrência foi feito e a vítima está recebendo o suporte de um advogado para o caso.

Assista ao vídeo:

 

Vaquinha

A vaquinha foi criada para ajudar Douglas com o sustento de casa e para pagar a parcela de sua moto que atrasou depois que ele ficou sem fazer serviços de entrega.

Clique aqui para doar. 

Por Portal Manaus Alerta. 

Leia também : Após motoboy ser agredido, grupo de entregadores lotam condomínio em protesto