Vereadores aprovam por unanimidade suspensão do feriado de quarta-feira de Cinzas

Foto: Robervaldo Rocha

Os vereadores de Manaus aprovaram por unanimidade na sessão desta segunda-feira (15) o Projeto de Lei nº 002/2021, do Executivo, que revogou a Lei 2.718 de 16 de dezembro de 2020, que trata sobre a manutenção de feriados municipais específicos no município de Manaus, após a revogação do estado de calamidade pública, em decorrência da pandemia da covid-19.

A matéria foi deliberada pelo presidente da Câmara Municipal de Manaus, vereador David Reis (Avante), logo no inicio da Ordem do Dia, e tramitou em regime de urgência. Depois de aprovada na Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJR) o PL foi a votação em plenário sendo aprovado por unanimidade.

De acordo com o presidente David Reis, o carnaval de 2021 teve o calendário comprometido por causa da pandemia do coronavírus. Ele explicou que para combater a aglomeração de pessoas, o prefeito de Manaus, David Almeida, assinou no início do mês, o novo decreto 5.023, suspendendo o feriado carnavalesco da terça-feira gorda de carnaval, mas ficou faltando, ainda, a revogação do feriado de quarta-feira de Cinzas.

Depois de aprovado, o PL seguiu para sanção do prefeito David Almeida. “O prefeito de Manaus deverá sancionar ainda hoje a matéria, afirmou o presidente da CMM, enfatizando que o projeto é importante porque visa, justamente, combater a aglomeração de pessoas. A nossa intenção é salvar vidas. Nós temos como missão nesses dias combater a covid-19”, afirmou o presidente.

David Reis ainda destacou a união dos vereadores em aprovarem mais mensagem do executivo, durante sessão desta segunda-feira.

“Primeiro, eu quero destacar a união dos vereadores em aprovarem por unanimidade mais uma mensagem do Executivo. A Casa mostra maturidade em resolver os interesses da coletividade. Mais uma vez, eu quero manifestar a minha alegria com 18ª legislatura, com o comprometimento dos 41 vereadores em produzir, o que há de melhor para cidade Manaus”, disse David Reis.

As informações são da assessoria